quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Bolsa reconhece vitória de Dilma

Especuladores e banqueiros perderam
Dilma mantém firme liderança e vai vencer já neste domingo. 
Esta é a conclusão de todos os brasileiros e brasileiras.
O Brasil venceu.

Mesmo sendo uma boa notícia para o Brasil, os especuladores na Bolsa de Valores e os banqueiros estão parecendo ratos abandonando o navio. Estes especuladores apoiam Marina, mas descobriram que entraram numa canoa furada. Agora estão aeçando… Tarde demais.

O povo já escolheu Dilma e neste domingo, 
todo o Brasil estará votando na mulher do Coração Valente. 
Dilma presidente . Agora todo mundo é 13.

Vejam a matéria da UOL/Folha desta tarde.

Bolsa cai 2% e volta ao nível de 52 mil pontos; Petrobras perde mais de 5% 

Do UOL, em São Paulo
01/10/201417h39 > Atualizada 01/10/201417h39

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em queda de 2,32%, a 52.858,43 pontos nesta quarta-feira (1º). É a menor pontuação final diária desde 5 de junho deste ano, quanto a Bolsa fechou aos 51.558,79 pontos.
Os investidores estavam pessimistas após a divulgação de novas pesquisas eleitorais do Ibope e Datafolha, que mostraram que a presidente Dilma Rousseff (PT), cuja política econômica é alvo de críticas nos mercados financeiros, mantém liderança firme na corrida presidencial.
A ação preferencial da Petrobras (PETR4), que dá prioridade na distribuição de dividendos, foi a mais negociada do dia e fechou em queda de 5,53%, a R$ 17,09, depois de já ter acumulado perdas de 22% no mês passado.
Somado ao cenário eleitoral, que vem afetando as ações da estatal, houve uma alta de quase 50% na importação de combustíveis e lubrificantes para o país em setembro. Com o dólar em alta, isso representa perdas para a Petrobras.
No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em alta de 1,5%, a R$ 2,485 na venda, maior valor da cotação desde 8 de dezembro de 2008, quando tinha fechado a R$ 2,50.

Nenhum comentário:

Postar um comentário