quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Ibope derrubou pesquisa

Ou subordinou-se à Folha

Das duas uma: 
1 - Ou a pesquisa do Ibope da semana passada estava fora do esquema;
2 - Ou o Ibope subordinou-se à Folha e derrubou os números de Dilma.

Por isto que eles inverteram as pesquisas, agora saiu Ibope para depois sair Datafolha. Afinal, os grandes coordenadores da campanha de Marina são a Folha de São Paulo, o Itaú e a Globo. Tudo a ver...

Eu cantei os números no texto da tarde de ontem, antes da divulgação da Pesquisa Ibope. Coloqueis as variáveis e acertei até no número 6.

Agora até a sexta-feira sai a pesquisa Datafolha dizendo que Marina recuperou pontos, tantos no primeiro como no segundo turno.

E Aécio? 
Continuará como contrapeso eleitoral. Se for preciso, sobe, se não for preciso ficará no limbo, por volta de 12%;

Com qual segurança eu afirmo isto?
Porque não houve nenhum fato novo que justificasse a queda de Dilma, pelo contrário, nas pesquisas internas Dilma está consolidada entre 39 e 40% no primeiro turno, tendo 10% de vantagem.

Outro fato interessante foi que apesar de toda a euforia da Bolsa de Valores e dos especulares que apoiam Marina, não houve o crescimento que eles anunciaram. Quem mentiu? Os especuladores ou os pesquisadores do Ibope?

Talvez o jornal Valor explique isto aos seus leitores. Ontem tinha dez matérias sobre eleições, muitas delas contra Dilma e a favor de Marina. Este jornal, que era o mais sério, também já perdeu o pudor...

O número mágico deste primeiro turno é o 40% de Dilma.
O medo dos banqueiros e especuladores é que Dilma chegue aos 40% e em seguida cresça mais rapidamente e seja eleita já no primeiro turno. Para impedir isto, os apoiadores de Marina farão de tudo possível e imaginável, mesmo correndo riscos morais e legais. FHC já anunciou que tem que ter segundo turno. E ele entende de "forças ocultas". Não é por acaso que ele veio dos Estados Unidos e jantou com os "big brothers" da economia e da política neoliberal... Quem fez o que FHC fez nos seus governos sabe o que estamos dizendo. Privatizações, reeleição, terceirização, tarifas bancárias, desemprego, arrocho...

Precisamos garantir que o povo conheça os candidatos e candidatas, o que cada um ou uma significa e que o povo vote com liberdade e lucidez. Além da manipulação da imprensa, podemos ter manipulações judiciárias e mesmo magias eleitorais. Todo cuidado é pouco. A baixaria da imprensa aumenta a cada dia.

Mas, sem medo de ser feliz,
eu já escolhi a mulher do coração valente.
Vou de Dilma presidente!

A verdade nos libertará...

2 comentários:

  1. Esse sobe-desce da bolsa conforme as pesquisas é para pegar trouxa. Deve ter especulador ganhando fortunas com isso

    ResponderExcluir
  2. Pois é Nego Véio! Estava comentando isso com os companheiros hoje. Os institutos de pesquisas estão tendo que fazer um esforço hercúleo para manobrar e não publicar Dilma com mais de 40%. Afinal, eles sabem que chegar à casa dos 40 para eles, é algo preocupante para o marketing da Marina... É mais ou menos a questão das lojas de R$1,99. Se colocam R$2,00 é caro, se colocam R$1,99 é barato. Então, estão fazendo um esforço terrível para que o teto da Dilma seja no máximo 39%, e não, 40%.

    ResponderExcluir