terça-feira, 2 de setembro de 2014

Eleição presidencial pega fogo

Se ficar o bicho pega, se correr o bicho come

O tempo passa, o tempo voa...

Já estão dizendo que Aécio renunciará nesta sexta-feira, dia 05, e depois forçará Pimenta da Veiga a renunciar à disputa para governador de Minas e Aécio substituirá Pimenta da Veiga, que está mal nas pesquisas.

Assim o PSDB e seus aliados declaram apoio a Marina já no primeiro turno.
Como ficam os demais candidatos a governador, senador e deputados federais e estaduais? Isto ainda não está definido. Já tem até alguns coordenadores abrindo a boca fora de hora e antecipando os fatos…

O Brasil está se polarizando entre as duas mulheres e seus significados.

Uma tem a imagem de durona, que faz e vai continuar a trabalhar muito.
A outra tem cara de "paisagem", diz que vai mudar tudo mas não diz como.

Uma já é governo e está associada as dificuldades da economia.
A outra copia o discurso dos economistas neoliberais e diz que vai fazer melhor. Quando na verdade quem vai fazer para ela são os banqueiros e economistas conservadores.

Enquanto os debates continuam, a população mostra insegurança e incerteza. As coisas precisam melhorar, o clima precisa ficar menos tenso e as famílias precisam ter mais segurança e bem estar.

Muita gente está reclamando que a situação não está boa
e que não confia nos políticos nem nos candidatos.
O problema é que quem governa são os candidatos eleitos
e a governabilidade é fundamental para a paz social.

O Brasil, com seus mais de cem milhões de eleitores, 
vai decidir entre dois caminhos:

1 - continuar investindo nos brasileiros, com pleno emprego,
valorização dos salários, com políticas públicas de inclusão social,
consumo acessível e emprego;

2 - ou interromper tudo e fazer pacotes econômicos,
aumentando o desemprego, arrochando salários e
aumentando a insegurança social.

Estamos todos numa encruzilhada:
Se ficar o bicho pega, se correr o bicho come!

Na dúvida, eu fico com o Brasil para todos,
fico com a mulher do Coração Valente.
Dilma presidente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário