quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Aécio tenta sobreviver

Ingratidão tucana

A imprensa não sabe o fazer com Aécio. 
A imprensa sabe que não tem como transferir votos de Dilma e Lula para Marina. Logo, a única forma de garantir Marina no segundo turno é "rifando" Aécio. Isto é, construir ampla campanha justificando que Marina é mais viável que Aécio, mantendo Aécio vivo para impedir que as eleições se transforme em um turno só. O que não interessa aos neoliberais e aos banqueiros...

Vocês verão o clima quando sair a nova pesquisa do Ibope. 
Dilma continuará no primeiro lugar com seus 38 a 40% dos votos; Marina aparecerá com 20 a 22% e Aécio cairá para 9 ou 10%. Os nanicos somarão 3 a 4%. Havendo ainda uma boa parcela de votos nulos e em branco, embora em proporção menor do que quando Eduardo era o candidato.

Como começou uma nova campanha, o que todos verão é Aécio cada vez mais parecido com Heloisa Helena, fazendo o papel do chato e Marina fazendo o papel da boazinha.  

Os debates nas TVs serão assim. Aécio batendo, Marina dizendo que vai fazer melhor e Dilma dizendo que fez e fará mais. Cabendo à imprensa a tarefa de desconstruir Dilma e construir Marina. E aos militantes que apoiam Dilma e Lula irem para as ruas fazer campanhas de porta em porta. Além de usarem as redes sociais.

Duro é ver Aécio com seu jeitão de "maior abandonado".
Intelectual tem sangue frio. Quando abandona, ainda faz cara de que "não abandonou" e sim o outro é que está sendo ingrato. FHC que o diga...

Prestem atenção em Alckmin e Serra.
Eles mostrarão um ar de que não tem nada a ver com a história.
Mas tudo passou e passa pelas mãos dos dois. Procurem as impressões digitais...

Mas a vida é assim mesmo.
Aécio não poderia ter se iludido com os tucanos paulistas.
Afinal, tucanos paulistas só gostam de mineiros como VICE.
Lembram de Aureliano Chaves?

Nenhum comentário:

Postar um comentário