quarta-feira, 9 de julho de 2014

Deveria ser feriado nacional

Hoje é feriado em São Paulo

O mais populoso estado brasileiro está de luto. 
Hoje é feriado estadual.
Por coincidência, além do feriado, temos jogo da Copa.

Argentina contra Holanda. 

Depois do vexame de Felipão, nenhum técnico vai mandar seus jogadores correrem para fazer gol de qualquer jeito. Ninguém vai ter pressa, mesmo que haja prorrogação e tenha disputa por pênaltis. A vida é assim, aprendemos com nossos erros e com os erros dos outros.

Que vença o melhor!
Racionalmente torço para a Argentina.
Emocionalmente, torço para a Holanda.

Hoje cedo, aproveitando o feriado,
fomos caminhar no Parque Villa Lobos.
Estava vazio e os seguranças discutiam tensos sobre a vergonha da nossa seleção. Fiquei com pena dos guardinhas. Comofiquei com pena das crianças que choraram com a derrota. 

Lendo os jornais de hoje, não me surpreendi com as análises dos comentaristas. Falar do passado é sempre fácil. Discordar do presente é que é difícil. Vai ser uma pauleira!

Na volta do Villa Lobos, fiquei olhando os pés de Ipê, as patas de vaca com suas flores brancas ou roxas e também as cerejeiras em flor. Lembrei-me dos japoneses e pensei: 

Devemos aprender a superar as tragédias com os japoneses. 
A cada tragédia eles reconstroem seu pais de forma mais forte e organizada.
E humildemente pedem ajuda as pessoas e desculpas ao mundo. 

Se lá no Japão têm cerejeiras, aqui na Vila Madalena também tem.
Já é um começo. Vejam suas pequenas flores...



As flores e as crianças são sempre bons estímulos para superarmos as derrotas e as tragédias.

Se hoje fosse feriado nacional, teríamos mais tempo para prestar atenção nas flores e nas crianças, em vez de termos vergonha de falar de futebol e do desempenho da nossa seleção.

Um comentário:

  1. Nego Veio, foi o hexa às avessas, diferença de 6

    ResponderExcluir