sábado, 12 de julho de 2014

Despedida Melancólica da Copa

O pênalti foi infantil

Tiago Silva não tem estrutura emocional para ser capitão.
Tomou dois cartões amarelos infantis.
Felipão despede-se de forma melancólica.
Sem Neymar, ninguém chuta a gol.

A defesa continua uma piada.
E o meio de campo continua não existindo.
Até o juiz, mais uma vez, atrapalhou.
O resultado saiu barato.

Poderia ter perdido de mais.
Quarto lugar ficou no lucro.
A torcida bem que ajudou, torceu, 
vibrou mas o time não correspondeu.

A vida continua...
Precisamos repensar o futebol brasileiro.
Talvez trazer técnico de fora do Brasil.
Em vez de gastar dinheiro com cartolas
Precisamos reestruturar nosso futebol.

Nos dois últimos jogos, 
A impressão que ficou foi que Felipão queria perder.
Estava satisfeito com o que já tinha conseguido.
Felipão insistiu nos seus erros.

Se o pênalti foi infantil
O time é de meninos inexperientes
E os técnicos são teimosos e ultrapassados.
Apesar de tudo,

Tivemos a melhor de todas as Copas.
A Copa das Copas 
em infraestrutura, apoio das torcidas,
simpatia e integração com os turistas.

O Brasil, como país, está cada vez melhor.
Precisamos apenas ser mais humildes,
fraternos e solidários.

Continuamos penta campeões.
Mas quem vive de passado é museu.

Um comentário: