terça-feira, 22 de julho de 2014

Datafolha ou Ibope: Quem está errado?

Pesquisa é como Arte Moderna

Mesmo sendo da Folha, a UOL apresenta esta matéria de forma bem diferente de como apresentou do Datafolha. Será autocrítica? 

Dilma tem 38% e os demais 36% no primeiro turno. Na espontânea a vantagem de Dilma é ainda maior...

Até o dia das eleições veremos muitas pesquisas contraditórias.

Ibope: Dilma tem 38%, e Aécio 22% das intenções de voto

Do UOL, em São Paulo
22/07/201421h11 > Atualizada 22/07/201421h43

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (22) mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) na frente da disputa, com 38% dos votos. Ela é seguida pelo tucano Aécio Neves, com 22%, e por Eduardo Campos (PSB), com 8%. O candidato Pastor Everaldo (PSC) tem 3% das intenções de voto. Eduardo Jorge (PV), Luciana Genro (PSOL) e Zé Maria (PSTU) possuem 1% cada. Os demais candidatos não pontuaram. 
Os votos brancos e nulos correspondem a 16% do total; 9% não souberam responder. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que significa que o Ibope tem 95% de certeza de que os números estão dentro da margem de erro.
Esta é a primeira pesquisa do Ibope após o registro das 11 candidaturas a presidente no TSE, no último dia 5. Na pesquisa anterior, realizada pelo Ibope em junho, Dilma tinha 39% das intenções, Aécio, 21% e Campos, 10%.
Segundo turno
O Ibope disse que não é possível prever se haverá segundo turno diante deste cenário. A pesquisa, no entanto, simulou um eventual segundo turno entre Dilma e Aécio e entre a petista e Eduardo Campos.
Contra Aécio, Dilma tem 41% das intenções de voto, e o tucano, 33%. Já diante de Campos, a presidente aparece com 41% contra 29% do candidato do PSB.
Espontânea e rejeição

Na pesquisa espontânea, na qual não é apresentada ao entrevistado a lista de candidatos, 26% declararam voto em Dilma, 12% em Aécio e 4% em Eduardo Campos.
Apesar de liderar a corrida, a presidente possui a maior taxa de rejeição entre os candidatos. Ao todo, 36% declararam que não votariam em Dilma de jeito nenhum; 16% não votariam em Aécio; 11% em Pastor Everaldo; 9% em Zé Maria e 8% em Eduardo Campos.
Ao todo, 2.002 pessoas foram entrevistadas em 143 municípios entre 18 e 21 de julho. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-00235/2014. 

A pesquisa foi contratada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo"

Nenhum comentário:

Postar um comentário