quarta-feira, 16 de julho de 2014

A Copa mudou o Brasil

O Itau acreditou na Copa

A empresa que mais investiu na Copa desde o início foi o Itaú.
Parece que Nizan Guanaes também contribuiu para isto.
Se for verdade, tanto o Itaú como Nizan merecem ser homenageados.

Enquanto a imprensa nacional investia em notícias desestimuladoras da Copa, dizendo que daria tudo errado, que seria um vexame e que era para os estrangeiros não virem para o Brasil.
O Itaú decidiu ser um dos principais patrocinadores da nossa seleção e começou a fazer uma linda campanha publicitária.

A Copa foi um grande sucesso mundial. 

O Brasil, enquanto país, foi o grande vencedor.
Já a nossa seleção de futebol, que começou capengando
e foi crescendo, acabou o torneio de forma humilhante,
tomando duas goleadas totalmente desnecessárias e sem sentido.
Mas, ninguém pode negar a beleza e alegria do evento esportivo
chamado Copa do Mundo, ou a Copa das Copas.

Hoje, ao abrir os dois jornais - Folha e Estadão - já nas páginas dois e três
há uma propaganda de páginas inteiras: #issomudaomundo
Não sei o que é isto, mas
o pequeno texto da propaganda é muito interessante:

"Nós temos os cinemas. Mas quem espalha a cultura é você.
Temos as bikes. Mas quem pedala é você.
Oferecemos milhões de livros infantis. Mas é você quem lê para uma criança.
é por isso que nós apoiamos
tudo aquilo que ajuda você a mudar o seu mundo."

Você pode mudar o mundo.

Eu acho que a presidente Dilma, além de fazer o ótimo balanço que fez, deveria convidar e homenagear as empresas privadas e públicas que investiram na Copa. E entre todas elas, fazer uma homenagem ao Itaú.

A Copa mudou o mundo,
parafraseando o Itaú.

Depois desta Copa, todos passaram a acreditar: 

- Na capacidade de o Brasil fazer megas eventos.
- Que o brasileiro é agradável e receptivo aos turistas.
- Que, mesmo nossa seleção sendo um improviso,
a alegria da festa é mais importante do que  o resultado da partida.
- Que, apesar de nossa imprensa ter denegrido tanto a imagem do Brasil,
já não dá para negar o grande sucesso que foi esta Copa.
- Que, apesar da imprensa tentar impor sua visão de mundo,
quem faz a realidade é cada um dos brasileiros.
- Que, por mais que gostem ou não gostem de Dilma,
ela foi fundamental para o sucesso deste mega empreendimento.
- Que a EDUCAÇÃO e o RESPEITO são condições indispensáveis
para um País transformar-se numa NAÇÃO.

Voltando a parafrasear o Itaú:

Sim, nós podemos mudar o mundo.
A começar pelo Brasil e por nosso dia a dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário