segunda-feira, 23 de junho de 2014

O terceiro degrau de Felipão

Brasil enfrenta Camarões de olho na Holanda

Os meninos de Felipão ainda não deram o show de bola que tivemos na Copa das Confederações. Ainda temos problemas de marcação e de meio de campo. O problema não está só no ataque, passa também pelo meio de campo e pela defesa. Os meninos, individualmente são bons, em equipe ainda não provaram suas qualidades.

O resultado de hoje, será suficiente para passar para as oitavas, mas ainda não dará firmeza. Isto só acontecerá quando ganharmos o jogo das oitavas. Seja contra a Holanda ou o Chile. Meu palpite é que o Chile vai derrotar a Holanda.

Esta primeira fase de classificação poderia ter sido mais fácil para o Brasil.
Mas, uma coisa compensa outra.
A Copa, que a imprensa dizia que ia ser uma tragédia, está sendo ótima.
E a nossa seleção que todos elogiavam, está parecendo o Corinthians. Cada jogo é um martírio.

Mas os corações e a vontade de ganhar superarão nossas dificuldades e poderemos sim ser campeões mais uma vez. Afinal, se o Corinthians com aquele time improvisado conseguiu ser campeão mundial, por que nossos meninos, liderados por uma pessoa tão competente como Felipão, não podem?

Como disse o próprio Felipão: Cada jogo é um degrau. 

E temos sete degraus até ser campeão. Esta regra vale para todos os times.
Os jogos têm mostrado que ainda não há um grande favorito.
Todos oscilaram entre um jogo e outro. Mesmo os que se classificaram ganhando os dois primeiros jogos, não foram esta coisa toda.

Bom mesmo até agora foram a Costa Rica e a Colômbia!
Sem contar o jogo heroico do Uruguai.

Felipão, mais do que olhar a árvore, precisamos olhar a floresta.
Nosso maior problema está no meio de campo. Não temos intermediação entre a defesa e o ataque. Ou consertamos isto, ou poderemos "morrer na praia", seja ela de Salvador, de Recife ou do Rio de Janeiro....

Vamos organizar o meio de campo no jogo contra Camarões?
É um bom começo e uma boa arrancada.

Felipão, nós gostamos de vocês!
Viva o Fio Maravilha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário