terça-feira, 20 de maio de 2014

Dilma vai ganhar no primeiro turno

E o Congresso Nacional será pior do que o atual

Há vários dias que, ao ser perguntado sobre a situação eleitoral, respondo com as duas afirmativas acima. As pessoas ficam assustadas! Será que o povo elegerá um Congresso Nacional pior do que este? Eu insisto na resposta: Sim!

Com 33 partidos políticos, a imprensa centrando o noticiário somente nos governadores e na presidência, o dinheiro correndo solto para as campanhas proporcionais e o povo sem muitas alternativas de escolha. Existem candidatos a deputados estaduais e federais sérios? Existem, mas muitos não conseguirão se eleger em função do volume de dinheiro e apoio necessários para conseguirem votos suficientes.

E porque eu acho que Dilma vai se reeleger no primeiro turno?
Porque, se está ruim com Dilma, com os candidatos da oposição será pior.

Imaginem Aécio sendo eleito com todos os conservadores e neoliberais da equipe de FHC? Vão priorizar o deficit público, os juros altos, o aumento do desemprego como forma de conter os salários e vão privatizar o que sobrou do governo FHC.

Lembram que Serra vendeu a Nossa Caixa? A sorte foi que Lula mandou o Banco do Brasil comprá-la. Caso contrário, todos os funcionários estariam demitidos e passando necessidades. Como aconteceu com os pessoal do Banespa e das demais empresas privatizadas.

Já Eduardo Campo, além de não ter volume eleitoral para ser eleito, ainda tem que conviver diariamente com as pressões de Marina. Não é fácil fazer campanha e não seria fácil governar assim...

Resultado, o povo, ao ver nos programas eleitorais diários, a quantidade de imóveis entregues pelo programa Minha Casa, Minha Vida; o Luz para Todos; a quantidade de alunos beneficiários do ProUni, Pronatec e outras coisas mais; ao ver os benefícios do Mais Médico; ao ver a infraestrutura nacional desenvolvida nos últimos doze anos; e tantas outras coisas boas para ser mostrada, ao ver tudo isto, além do PLENO EMPREGO, o povo não terá dúvida: Vai votar em Dilma. Mesmo que a imprensa diga que ela é turrona, faz cara feia, não gosta de atender os políticos, empresários e mesmo sindicalistas.

Querem sentir o quanto a imprensa e os políticos não tem personalidade? Não tem coerência? é só ver o noticiário sobre quem apoia quem. Com quem Maluf vai ficar? Com quem Kassab vai ficar? Com quem ficará o tempo de rádio e de TV?

E não me venham dizer que isto "é traição".
Traição neste país é como a mentira.
Faz parte da nossa história.
Não é, Capitu?

Ética, coerência, honestidade tanto de caráter como patrimonial ou tributária. Isto sim, não faz muito parte da nossa história. É a "Lei de Gérson", ou o "jeitinho brasileiro".
Quando teremos a virada efetiva? Quanto o Brasil tomará vergonha na cara?
Creio que quando houver uma revolução educacional e comportamental.
Vai demorar um pouquinho, mas estamos aprendendo com nossos erros e nossos acertos.

Mas, que precisamos de uma grande reforma política, tributária, judiciária e educacional, precisamos. E este Congresso Nacional, nem o que será eleito em outubro farão isto. Estas reformas só acontecerão quando o povo for para as ruas exigir uma grande transformação nacional. E isto não acontecerá com o apoio da imprensa que está aí.

O tempo passa, a Copa está chegando, depois virão as eleições,
e vocês verão os resultados...

A História está sendo escrita.

P.S.:
Querem um bom exemplo de parlamentar trabalhador e honesto?
Luiz Claudio Marcolino.
Inclusive hoje é o dia do seu aniversário.
Fez um mandato como Estadual tão bom que foi pedido para sair para Federal.
Será um ponto de referência em Brasília.
Há vários outros nomes bons. Mas fico no de Luiz Claudio, como presente de aniversário...

Um comentário:

  1. Parabéns ao Luiz Claudio Marcolino. Tem sido um deputado estadual exemplar, com certeza será um grande deputado federal. Vamos trabalhar muito para que seja eleito.

    ResponderExcluir