quarta-feira, 9 de abril de 2014

Marcha das Centrais Sindicais - 40 mil, 10 mil, 3 mil

Cada um ver como quer

Uma das características das manifestações atuais, com o advento dos telefones celulares e dos I-pads, é que as pessoas tiram mais fotos de amigos e colegas do que da multidão presente à passeata ou ao ato.

A marcha que as centrais sindicais promoveram nesta quarta-feira foi um sucesso de imagem e de quantidade de participantes. No entanto, não consegui uma foto aérea mostrando a passeata pela Avenida Brigadeiro Luiz Antonio ou mesmo na Paulista.

Nos finais de ano a imprensa mostra amplamente os milhões de pessoas no Reveillon da Paulista. Hoje, fiquei com a impressão que a grande imprensa não queria ver ou mostrar o tamanho da passeata. Mas que a passeata foi bonita e grande todos que participaram confirmam isto, independente de qual central seja.

No facebook é possível ver fotos bonitas dos balões, das faixas, dos amigos abraçados e dos dirigentes de todo Brasil participando da Grande Marcha da Classe Trabalhadora.

Olhando os sites tradicionais e das redes sociais vi números que variam de 3 mil, depois 10 mil e também 40 mil participantes. Quantas pessoas efetivamente participaram? Vamos ver o que os jornais dirão amanhã.

Por mais que tenha como questão central as demandas dos trabalhadores, eu fiquei com a sensação que faltou algo…

No fundo, eu acho que o que vai animar mesmo nesse ano são duas coisas: a Copa no mês de junho e as Eleições em outubro.

Se prestarmos atenção em tudo que está acontecendo, tudo já está contaminado com o clima da Copa e das Eleições. E a Copa, que deveria ser uma grande apoteose nacional, foi contaminada pelas Eleições.

A boa notícia do dia foi que Lula resolveu entrar na Campanha Eleitoral para valer.
Por não ser candidato a presidente e depois de ver a oposição à Dilma infernizar a vida de todo mundo com o apoio da imprensa, Lula decidiu que não podia deixar Dilma "apanhar" sozinha. Nada melhor do que ter um bom padrinho…

A imprensa pode inventar a notícia que quiser, pode tirar a foto no ângulo que quiser, só não pode ignorar a capacidade de Lula convencer o povo brasileiro a votar na sua candidata e nos seus candidatos.

Quando começar o horário eleitoral o jogo será outro. Até lá, cada dia será uma tormenta, uma angústia e cada fato será visto conforme a motivação de cada um.

Para mim, a precisão de quantas pessoas estavam na marcha tem pouco importância.
O bonito foi ver a satisfação que os participantes saíram no final da manifestação. Parecia que eles tinham realizado uma grande façanha, que tinham dado um recado importante para alguém ou para eles mesmos.

Quanto mais tentam destruir a capacidade de luta dos trabalhadores, mas as esperanças reaparecem, estimulando as pessoas a se organizarem para defender seus direitos e avançarem nas suas conquistas.

Em 1978 o Brasil conheceu o líder sindical Lula.
Em 2014 o Brasil vai continuar apoiando Lula
na construção desta grande nação, deste novo Brasil.

Venceremos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário