quarta-feira, 9 de abril de 2014

Democracia não é promiscuidade

O caos nosso de cada dia

Ano eleitoral é ano de Vale-tudo.
A imprensa quer sangue, o judiciário quer mandar mais do que o executivo e o legislativo, a polícia não inibe a violência, os governos não governam e a população, além de ficar insegura, sofre também com o caos do trânsito e do serviço público em geral. Serviço público tanto oferecido pelos governos como pelas empresas privadas. Afinal FHC e Collor privatizaram quase tudo: telefone, luz, limpeza, hospitais, estradas, escolas, bancos, etc.

Ontem eu sobre o lixo na Rua Paraná, no Brás, hoje constatei mais uma aberração...

Há quatro dias nossa rua, onde moramos, está às escuras.
Com medo de assaltos, tenho deixado as lâmpadas da frente acesas até o dia seguinte.

Hoje, quando voltei de uma atividade perto de casa, encontrei vários caminhões e o pessoal terceirizado da Eletropaulo colocando fiação nos postes. Aproveitei e falei para os técnicos que nossa rua estava sem luz há vários dias. O técnico educadamente respondeu que eles estavam consertando, repondo fios porque os mesmos tinham sido ROUBADOS.

Eu sabia que se roubavam fios de cobre nos bueiros, mas não sabia que se roubavam fios nos postes!

Imaginem viver numa cidade onde os moradores de rua dormem na frente dos prédios do Centro e dos Bairros, os ladrões estão em toda parte, inclusive na política, o povo joga lixo na rua, estaciona em qualquer lugar, a imprensa quer ver sangue e o cidadão comum fica com cara de trouxa, pagando IPVA, IPTU, pedágios e planos de saúde que demoram.

E ainda vai faltar água, mesmo a Sabesp sendo uma das maiores empresas do mundo?

Quando fui olhar os jornais, ainda vi que o número de brasileiros que vai morar ou passear nos Estados Unidos aumenta a cada ano.

Continuo achando que é preciso botar ordem no Brasil.
Uma ordem democrática e pactuada entre todos os segmentos da sociedade, incluindo principalmente a população da classe média, ampla geral e irrestrita.

A Associação Viva o Centro já tomou uma boa iniciativa em organizar as entidades e instituições presentes no Centro.

Vamos organizar São Paulo, o Estado e o Brasil?

Afinal, Democracia não é sinônimo de promiscuidade, nem de vale-tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário