terça-feira, 4 de março de 2014

Ricos ingratos e Pobres agradecidos

Notícias do Estadão e da Folha

Destaque do Estadão de hoje:

"Brasileiros bilionarios saltam de 6 para 65 em dez anos"  segundo revista Forbes.

Nós últimos DEZ anos (governos Lula e Dilma), enquanto o ranking internacional dos bilionarios (mais ricos do mundo) triplicou, o número de brasileiros na lista de bilionarios foi multiplicado por quase 11 vezes. 

Os bancos nunca ganharam tanto dinheiro, os ricos ficaram mais ricos e a classe média NUNCA viajou tanto para o exterior como neste dez anos.

E os ricos estão reclamando de quê? De superlotação nos aeroportos? Ou é porque não querem ver pobre melhorando de vida?

Agora veja o editorial da Folha:

Se a disputa fosse hoje, Dilma venceria no primeiro turno. 
Dilma se beneficia do eleitor típico (isto é, o brasileiro típico), tem entre 25 e 34 anos, possuem ensino médio e renda familiar mensal de até R$ 1.448.

A conquista dessa espécie de âncora político-eleitoral não é, por certo, mérito da atual governante. 
Consolidou-se ao longo dos dois mandatos de LULA, que obteve reconhecidos êxitos na elevação do padrão de vida dos mais pobres. ( parece mentira, mas está escrito no editorial da Folha).

Nesse contexto, saltam aos olhos as dificuldades encontradas pela oposição para sensibilizar essa fatia estratégica do eleitorado.

Como dizem os Evangélicos: Aleluia! Aleluia! Aleluia!

O povo reconhece quem faz o bem para ele, já os ricos, parece que são egoístas e querem o bem só para eles. Ainda bem que o povo é ampla maioria sobre os ricos egoístas e Dilma vai ser reeleita. 

Vamos também trabalhar para eleger uma grande bancada de governadores, senadores e deputados mais comprometidos com o povo e assim o Brasil vai continuar a ser de todos os brasileiros e brasileiras.

Tudo indica que, apesar da imprensa, o povo continua...

Sem medo de ser Feliz!


Nenhum comentário:

Postar um comentário