sábado, 22 de março de 2014

Nossa imprensa descobriu a Ditadura!

50 anos depois...

Antes tarde do que nunca!
Durante muitos anos nossa imprensa não teve coragem de assumir os crimes da ditadura. Exceção honrosa para o Estadão que, mesmo tendo apoiado o Golpe Militar, rapidamente percebeu que tinha vendido e comprado gato por lebre. E foi fortemente censurado.

Já a maioria da imprensa, principalmente a Globo, demorou para reconhecer até a campanha das Diretas. 

Hoje é moderno mostrar os crimes hediondos da ditadura militar. 
Antes tarde do que nunca.

Mas o vírus golpista voltou a atacar nossa imprensa e nossos acadêmicos que escrevem nos jornais e comentam nas rádios e TVs. 

Por enquanto é o vírus da baixaria política e da pressão jurídica. Se não der certo, logo, logo estarão tentando seduzir os militares e juristas para o golpe militar de novo. Há muitos Bolsonaros, Cunhas e Barbosas disponíveis...

O importante é manter a inflação sob controle, garantir emprego, saúde e transporte para a ampla maioria da população. Melhorar a segurança é fundamental. Fazer uma aliança com os movimentos sociais e conclamar os empresários a fazerem parte de um Brasil que seja para todos. Investir em políticas públicas e em infra-estrutura é imprescindível. 

Garantidos os desafios acima, não precisamos temer os golpistas nem os esquerdistas, aliados dos golpistas.

Não podemos nos afastar do povo organizado. Unidos somos forte!

A voz do povo é a voz de Deus.





Nenhum comentário:

Postar um comentário