sexta-feira, 7 de março de 2014

Irracionalidade no Trânsito

Decisões erradas ou certas?

Ontem, em plena quinta-feira de carnaval, demorei uma hora e vinte minutos para sair da Vila Madalena e chegar ao Centro de São Paulo.

Hoje, sexta-feira, demorei apenas trinta minutos para sair de casa e chegar ao centro. 

Qual foi a diferença? 

O segredo foi mudar o caminho, sobrecarregando ruas residenciais e fugindo das avenidas!

O problema é que a CET tem hora que ajuda e tem hora que atrapalha. Alguns exemplos:

1 - onde moro NÃO tem ônibus que nos leve ao metro da Vila Madalena. Ou vamos de carro, sendo que não tem estacionamento, ou vamos de taxi, ou caminhando, o que não é fácil por causa dos morros;

2 - a CET travou o trânsito da Av. Dr. Arnaldo. Agora tem faixa exclusiva de um lado, mas os ônibus vem do outro lado, além do fato de, ao chegar ao viaduto que desemboca na Paulista e na Alameda Santos, tudo para com mais intensidade ainda.

Ontem, apenas neste trecho, eu demorei 40 minutos! Um inferno!

3 - hoje, em vez de vir pela Dr. Arnaldo, peguei a Av. Sumaré depois a Av. Pacaembu, rua Bahia, Sergipe, e finalmente Consolação, já perto da Roosevelt. O problema é que, quando todo mundo passar a fazer este caminho, vai travar o bairro do Pacaembu.

4 - este problema de não-engenharia de trânsito é antigo. Quando fui morar na Vila Sônia em 1980, o Metro jurava que faria metro até a Vila Sônia. Trinta e quatro anos depois, até hoje o metro não chegou  lá. 

5. - a CET também fechou a Rua Pereira Leite e infernizou a chegada ao nosso bairro. Tudo isto em nome dos Corredores. Será que está sendo de forma racional?

Como dizem os provocadores: E ainda nem chegou a Copa!


Nenhum comentário:

Postar um comentário