quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Corinthians em greve há 12 meses

Trocou seis por meia dúzia

A diretoria do time, o técnico e os jogadores do Corinthians não podem reclamar da torcida. Há doze meses que o time não joga bola, apenas enrola no campo. Já os salários continuam sendo pago em dia. Portanto, alguma coisa está errada no clube.

Hoje, vindo para o Centro, ouvi comentaristas esportivos falando da crise dos times e da violência. Tem violência maior do que o time mais rico do Brasil ficar doze meses sem jogar bola? Trocaram o técnico mas o futebol não voltou. Trocaram seis por meia dúzia e a marola continua...

Não tem corinthiano que aguente!

O futebol brasileiro precise passar por algumas mudanças:

1 - Obrigar os clubes a terem administração profissional, impedindo que "empresários matreiros" tomem conta do time para fazer negociata com os jogadores na hora da venda ou da compra;

2 - Obrigar os clubes a pagarem os impostos devidos, afinal, eles não são entidades filantrópicas;

3 - Jogadores e equipe técnica precisam ter uma tabela de remuneração variável, como muitos profissionais, por exemplo: jogo ganho, recebem um valor multiplicado por dez, jogo empate, recebem um valor multiplicado por três, e jogo perdido, recebem o valor multiplicado por zero, isto é, nada. No final do mês é só somar o fixo, mas os prêmios pelas vitórias e empates que cada um terá seu salário. Assim todos vão "comer a bola"...

4 - As diretorias dos clubes também precisam ter metas. Diretoria medíocre tem que ser demitida, mesmo antes de acabar o mandato. Chega de corpo mole...

5 - Criar mecanismos de transparência no esporte brasileiro. É muito dinheiro em jogo e pouco futebol para alegrar a torcida.

Não adianta botarem a culpa na Copa.
A mediocridade do futebol brasileiro só é superada quando Felipão entra em campo. O resto é conversa mole.

Vamos ganhar jogo, Corinthians?

Um comentário:

  1. Precisamos ter principalmente transparência no futebol brasileiro. O mundo do futebol é obscuro, sem ética e não temos democracia.

    ResponderExcluir