quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Prendam Genoino e soltem os ladrões

Esta é a Justiça brasileira

Faz parte do processo de aprendizagem democrática.

Saímos da ditadura militar e começamos uma democracia capenga, fizemos uma constituinte chamada de Cidadã mas que representou o processo de acomodação das forças que sustentavam a ditadura ao processo de governo civil e democrático. Mais uma vez a forma de andar para a frente sem reparar os erros do passado predominou na história do Brasil. As regras do jogo da classe dominante se impuseram sobre os trabalhadores e os movimentos sociais. O brasileiro é "cordial" e subserviente.

Todos os jornais de hoje estão destacando que a "justiça" determinou a prisão dos mensaleiros. Mas esta mesma justiça determina a soltura dos fiscais corruptos, dos banqueiros ladrões e dos bandidos que podem pagar advogados caros.

Uso o nome de Genoíno como símbolo
desta condenação vergonhosa.


Genoíno, como todo mundo sabe, não pegou um real sequer.
Seu crime foi ser presidente nacional do PT.
E está sendo condenado por isto?

Destruíram a vida política e pessoal de Genoíno,
mas não conseguirão destruir o reconhecimento que os militantes de esquerda, os sindicalistas e os movimentos sociais têm da luta histórica de Genoíno.

Nós somos todos Genoíno!
A História nos dará razão!

Da mesma forma que a escravidão faz parte da vergonha da nossa história, o tempo mostrará o quanto nossa Imprensa e nossa Justiça foram levianas, preconceituosas, manipuladoras e reacionárias.

Apesar da nossa Justiça e da nossa Imprensa,
nós ganharemos as eleições presidenciais de 2014.
Dilma continuará nossa presidente!
O povo não é bobo!

Da mesma forma que na Argentina se aprovou uma lei pondo limite nos abusos da imprensa, o Chile de Bachelet também discute a necessidade de uma Nova Constituinte.

O Brasil não pode permanecer com esta Constituição, esta Justiça, este Legislativo e esta Imprensa.
A grande transformação da Educação nacional precisa estar combinada com esta grande reforma.
O povo precisa ser chamado a escolher o melhor caminho para o seu futuro.

E o futuro é agora!

7 comentários:

  1. Minha solidariedade a Genuíno. Como bem disse o Gilmar "não conseguirão destruir o reconhecimento que os militantes de esquerda, os sindicalistas e os movimentos sociais têm da luta histórica de Genoíno"

    ResponderExcluir
  2. Não posso medir a dor que Genoíno deve estar sentindo nesses dias, quando se aproxima o momento em que a mídia perversa se prepara para filmar sua prisão - o que será providenciado pelo Joaquim Barbosa para demonstrar sua "autoridade".

    Genoíno que foi um baluarte na Constituição de 1988 se vê diante dos buracos daquela Carta que permite agora sua condenação baseada numa mentira estapafúrdia.

    O blog do Miguel do Rosário traz uma argumentação sobre tais fatos de corar até monge franciscano, e nosso Judiciário faz que nada sabe.
    O blog Megacidadania publica uma série de documentos produzidos pela Auditoria do Banco do Brasil e de perícias da Polícia Técnica Federal confirmando que não houve desvio de dinheiro do BB, e nosso Judiciário faz que não é com ele.
    O escritor Fernando Morais e o jornalista Raimundo Pereira produziram um vídeo com base nos documentos que comprovam o "NÃO DESVIO" do dinheiro da Visanet, e o nosso Judiciário não assiste e nem diz qualquer coisa sobre eles.
    A Revista do Brasil fez uma extensa reportagem abordando o tema, incluindo laudos do BB e da Polícia Federal e mostra a lista dos pagamentos feitos pela Visanet às empresas de mídia comprovando que os tais 73 milhões de reais desviados do BB foram utilizados nas campanhas dos cartões Visanet na bandeira do Banco do Brasil, e nosso Judiciário faz de conta que a revista não existe, porque só acredita na Veja.
    O advogado de Pizzolato, acusado de ser o autor do desvio no BB, o que levou à condenação de Genoíno por formação de quadrilha e corrupção ativa, somente soube de tais documentos provando a inocência de seu cliente em abril de 2013, três meses depois do fim do julgamento da AP 470, documentos que estavam "ESCONDIDOS" em outra ação penal guardada sob o sigilo de justiça por determinação de Joaquim Barbosa em atendimento a pedido de igual teor feito pelo Procurador Geral Gurgel, e nosso Judiciário fingindo que todo o povo brasileiro é besta.

    Pois bem!

    Como imaginar a dor de Genoíno para tamanha arbitrariedade do STF num país que se diz proclamador das liberdades e da democracia? Onde está a JUSTIÇA?

    O Judiciário a gente sabe onde está, a serviço da elite mais perversa da face da Terra. A JUSTIÇA - cega conforme seu símbolo em peça artística de pedra à frente do STF - permanece sem dar resposta ao povo brasileiro.

    Como nós, cidadãos do país da tal Constituição Cidadã poderemos entender esses meandros do nosso Judiciário que se permite dar um nó na JUSTIÇA e impor uma condenação que não se sustenta em nenhum pilar crível do sistema penal brasileiro?

    Estamos a viver dias dos mais tristes para toda a nação, que deverá um dia estornar tamanha canalhice, como se viu (como exemplo) nesta quinta, dia 14 de novembro, quando a presidenta Dilma prestou honras ao João Goulart, no momento em que os restos mortais de seu corpo desembarcou no aeroporto de Brasilia.

    Nosso desejo é que não se espere tantos anos para a devida reparação ao JOSÉ GENOÍNO.

    ResponderExcluir
  3. Desculpem minha falha, a revista a que me referi no texto acima é "Retrato do Brasil", e não Revista do Brasil.

    E quem foi acusado de desvio do dinheiro da Visanet foi o Pizzolato, e não seu advogado, como ficou parecendo com meu erro redacional acima. O advogado de Pizzolato é que teve conhecimento dos documentos - que comprovam o não desvio do dinheiro - em abril deste ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feitas as devidas correções, o texto de Sérgio Vianna é impecável!

      Excluir
  4. Faço minhas as tuas palavras, Gilmar. Você disse tudo que precisava. Somos todos Genoíno!

    ResponderExcluir
  5. supremo cade o mensalão mineiro, e Daniel dantas. ate hoje nada.

    ResponderExcluir