sábado, 27 de julho de 2013

Pão de Açúcar faz Casino francês crescer

O Brasil precisa aprender

Leiam com atenção a materia abaixo. Todos precisamos aprender isto.

Com Pão de Açúcar, lucro global do Casino cresce 52%

Por Fernando Nakagawa, correspondente | Estadão – 26/07/2013


A América Latina gerou quase dois terços do lucro operacional do grupo varejista francês Casino no primeiro semestre de 2013. Segundo balanço divulgado nesta quinta-feira, 25, em Paris, a operação latino-americana lucrou 601 milhões, o equivalente a 62% do obtido por todo o grupo. Um ano atrás, a fatia da América Latina era de 41,5%. A companhia atribui o desempenho à incorporação do Grupo Pão de Açúcar no Brasil.

O presidente da varejista, Jean-Charles Naouri, elogiou diversas vezes a filial brasileira durante a teleconferência com analistas. No acumulado do primeiro semestre de 2013, o Casino teve resultado operacional de 969 milhões. O valor é 51,9% maior que o observado no mesmo período do ano passado.

O salto foi registrado basicamente nas operações fora da França, especialmente na América Latina, onde o resultado operacional aumentou 126,8% em um ano. Na região, o Casino também opera em países como Colômbia e Uruguai. Na sede francesa, o resultado operacional aumentou 1,2% no semestre e na Ásia houve queda de 2,5%.

"Na América Latina, tivemos um forte aumento da lucratividade no Brasil", disse Naouri. Nos primeiros minutos da teleconferência com analistas, o executivo destacou positivamente que "a completa consolidação do Grupo Pão de Açúcar gerou um impacto positivo nos números globais do grupo." Os franceses assumiram o controle da varejista brasileira há pouco mais de um ano de forma bastante conturbada. O Casino é sócio do Pão de Açúcar desde 1999 e, pelo contrato assinado em 2005, tinha o direito de se tornar dono do grupo de Abilio Diniz em 2012.

Um ano antes, o empresário brasileiro negociou uma fusão do Pão de Açúcar com o Carrefour. Os franceses enxergaram no movimento uma tentativa de atropelar o acordo que no ano passado deu ao Casino o controle do Pão de Açúcar. Abilio sempre sustentou que só estava tentando aproveitar uma boa oportunidade. Desde então, eles estão em conflito.

Crescimento

Nesta quinta-feira, 25, durante a divulgação do resultado, o presidente do Casino disse que o Grupo Pão de Açúcar deve acelerar a expansão das bandeiras Assaí e Minimercado Extra durante o segundo semestre de 2013. "Na segunda metade deste ano, vamos acelerar a expansão do conceito cash and carry e de conveniência no Brasil".

Durante apresentação aos investidores e analistas, Naouri disse que os segmentos de cash and carry - conhecido no Brasil como atacarejo - e de conveniência são "muito promissores no País". Por isso, a empresa decidiu apostar mais fichas nas bandeiras Assaí e Minimercado Extra.

No primeiro semestre de 2013, foram abertas 35 lojas com a marca Minimercado Extra e seis novos endereços Assai. Outra frente de aposta da empresa está no comércio eletrônico. Aos investidores, o executivo francês disse que o Grupo Pão de Açúcar, por meio da Nova Pontocom, vai ampliar a ação no e-commerce com a entrada em novas categorias e nichos, como a venda de roupas, móveis e vinhos.

Além disso, o executivo francês destacou que a empresa voltou a investir no segmento imobiliário com a abertura do shopping de vizinhança "Conviva Américas", na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Segundo Naouri, a empresa deve adicionar ao portfólio de empreendimentos imobiliários 35 mil metros quadrados de área locável até o fim de 2013, incluindo os 12,5 mil metros quadros do Conviva Américas.

As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário