terça-feira, 25 de junho de 2013

Desmoralização dos Poderes

Bloquear Rodovias virou rotina. Até quando?

Um país à deriva!
É esta a imagem que estas manifestações estão causando. Se fossem militantes sindicais, do MST ou de Sem Tetos, a Imprensa, a OAB, o Ministério Público, os Juízes e tudo mais estariam histéricos conclamando a ordem e a intervenção da Polícia Militar e da Polícia Federal, como foi no caso das terras indígenas no Mato Grosso do Sul. Matar índio pode, liberar as rodovias não pode. Depois querem ser respeitados!

A desordem é o caminho da ruptura e da quebra de autoridade. Ou se resolve isto imediatamente ou a população terá que organizar suas milícias para garantir o direito de ir e vir. Liberdade não se ganha, conquista-se!

Será que vão deixar os meninos de Felipão jogar bola nesta quarta-feira?

Será que Aécio tem autoridade para garantir o acesso das Seleções e das Torcidas?
Ou vai deixar Minas Gerais virar uma zona?

Leiam a matéria da UOL, nesta noite de terça-feira.

Protestos fecham o tráfego em rodovias de SP, Minas e Rio


UOL - DE SÃO PAULO - Atualizado às 20h28.

Vários protestos fecham rodovias em São Paulo, Rio de Janeiro e em Minas Gerais na noite desta terça-feira.

O pior caso é o da Fernão Dias, que foi bloqueada as 8h e ainda tinha interdição por volta das 20h20, segundo a concessionária responsável pela via.

O bloqueio na Fernão Dias aconteceu no km 502, em Betim (MG). Segundo a Autopista, a via chegou a ser liberada no final da tarde, mas logo voltou a ser fechada nos dois sentidos. Com isso, havia 18 km de filas no sentido São Paul e mais 14 km no sentido Belo Horizonte, por volta das 20h20.

Na via Dutra, o bloqueio mais longo começou por volta das 17h30, em Nova Iguaçu (RJ). A interdição acontece no sentido Rio de Janeiro, onde ainda havia 10 km de filas por volta das 20h20, segundo a concessionária responsável.

Ainda na Dutra, havia outro ponto de bloqueio no km 147, na altura de São José dos Campos (a 97 km de São Paulo), nos dois sentidos. A via foi fechada por volta das 18h30 e permanecia bloqueada às 20h20, quando havia 2 km de congestionamento em cada um dos sentidos.

A Dutra tinha problemas ainda no km 110, em Taubaté (a 140 km de São Paulo), também nos dois sentido. A interdição começou por volta das 19h30 e persistia às 20h20, quando havia 2 km de filas no sentido Rio e mais 1 km no sentido da capital paulista.

Na Castello Branco, o bloqueio começou às 19h50, nos dois sentidos, e causava filas por volta das 20h20, entre as cidades de Itapevi e Jandira, na Grande São Paulo. Já a Raposo Tavares, chegou a ser bloqueada mais cedo, mas já tinha sido liberada no horário.

A rodovia Rio-Teresópolis (BR-116), de acordo com a concessionária que administra a via, também estava fechada na altura de Guapimirim, no dois sentidos, pois cerca de 50 manifestantes que ocupam as pistas.

Ontem, várias rodovias já tinham sido bloqueadas por manifestações. Ocorreram interdições na Anchieta, Cônego Domênico Rangoni, Imigrantes, além de rodovias de Minas, Goiás, Tocantins, Rio Grande do Sul e Maranhão.

Um comentário:

  1. O pior pode acontecer: o povo tá ficando de saco cheio e já fala em partir prá cima (literalmente) atropelando quem tiver na frente... Não pode ficar essa bagunça toda. O povo quer o direito de ir e vir...Abs fraterno.

    ResponderExcluir