quinta-feira, 16 de maio de 2013

Ressaca Corinthiana

Cada jogo é um jogo

É claro que os torcedores do Corinthians são fanáticos,
louco por ti, oh, Corinthians.
Mas nestes cinco meses de jogos, o time só empolgou algumas vezes.
Jogou o tempo todo olhando para a tabela, o calendário
e ganhando pelo mínimo necessário.
Chegando perto do jogo burocrático.
Fez bonito apenas contra a Ponte Preta e contra o São Paulo.

Quando o time não fez nenhum gol em Buenos Aires,
jogando quase que só na raça,
tudo ficou claro que aqui no Pacaembu seria muito delicado.
Tomar um gol? Nem pensar.
Tomar um gol antes de ter feito um, pior ainda.
Mas tudo isto aconteceu.

O que foi brilhante foi o comportamento da torcida.
O árbitro errou, errou.
Pode até ter roubado, mas não serve como desculpa.
Quando o time está "envenenado", como estava em 2012,
não tem árbitro que ganhe jogo.

Acordei cedo, fui ler os jornais,
fiquei com a impressão de que os jornalistas
ficaram com pena do Corinthians e de sua torcida
e não tiveram coragem de fazer críticas.
Ouvi o rádio e fiquei com a mesma sensação.

Finalmente, antes de ir para casa,
resolvi sentar e escrever este desabafo.

Estou de RESSACA!

E contra o Santos, como vai ser?
Temos tudo para ganhar e limpar a alma.
Mas, nada cobrirá nossa derrota desta quarta-feira.
Nada irá substituir nossa vontade de ser bicampeão da Libertadores.

O tempo irá curar nossas feridas.
Já o time e seu técnico,
a direção precisa fazer um balanço e acertar algumas coisas.
Pagar caro por um jogador para jogar 20 minutos do segundo tempo,
tá certo?

Mas quem passou anos e anos vendo Pelé e seu time derrotar o Corinthians
não perde a esperança nem a confiança na capacidade de recuperação do Timão.

Para tristeza dos torcedores dos outros times paulistas,
continuamos um bando de loucos,
loucos por ti,
Oh, Corinthians!

Nenhum comentário:

Postar um comentário