quinta-feira, 30 de maio de 2013

Brasileiros agora são VIP’s

Gastaram 44 bilhões no exterior em 2012

Só nos Estados Unidos, os brasileiros gastaram 16 bilhões em 2012.
No mundo, somos o segundo maior consumidor turístico,
perdemos só para os chineses.
Até os japoneses já ficaram para trás.

Em Nova York os brasileiros estão em primeiro lugar.

Mas quando a gente olha os jornais brasileiros de hoje,
nada presta, tudo está errado,
o Banco Central aumenta os juros, o PIB,
parece o Mantega, sinaliza que vai avançar,
mas na realidade fica bem abaixo do prometido pelo governo.

Os empresários reclamam, o Corinthians toma gol,
sai perdendo e depois comemora o empate.
O Fluminense é desclassificado da Libertadores.
O Boca Junior também, para consolo dos corinthianos.
Enfim, se depender da imprensa... nosso país é um lixo.

Mas o vice-presidente americano e os donos de hotéis
e de lojas no exterior acham que
o Brasil já não é subdesenvolvido nem emergente.
É por que eles não leem os jornais brasileiros,
não leem a Veja nem assistem ao Jornal Nacional.
Ainda bem...

Leiam o Caderno Turismo da Folha de hoje.
Apesar de chatinha, a Folha, quando quer, faz um bom jornalismo.

Tratamento VIP aos brasileiros

Ensinar português a lojistas é uma das iniciativas de cidades
como Londres e Paris para conquistar os turistas brasileiros,
que deixaram valor recorde de R$ 44 bi no exterior em 2012

Folha – Caderno Turismo – 30/05/2013
DE NOVA YORK DE PARIS DE LONDRES DE MADRI

Os turistas brasileiros estão viajando mais. E gastando mais, muito mais. No ano passado, deixaram a quantia recorde de R$ 44 bilhões no exterior. Cinco anos antes, o valor havia sido de R$ 16 bilhões.

Nos EUA, que tentam avançar contra a crise econômica de 2008, os brasileiros injetaram US$ 8 bilhões (cerca de R$ 16 bilhões) em 2012.

Ficam atrás apenas dos chineses no ranking dos turistas que mais gastam na terra do Tio Sam--em Nova York, são os primeiros.

Atentos aos lucros provenientes dessa expansão, grandes lojas, hotéis e museus de cidades de forte apelo turístico têm feito adaptações para atrair o paulista, o carioca, o mineiro...

Com uma das melhores coleções de arte moderna do mundo, o MoMA, de Nova York, acaba de lançar o audioguia em português.
Do outro lado do Atlântico, o grupo parisiense "Le Figaro" (que edita o jornal homônimo) passou a publicar em janeiro um suplemento de moda e viagens, com 200 mil exemplares trimestrais, também na língua de Camões.

Mas essa onda de tratamento VIP aos brasileiros não se restringe a ações pontuais.

No Reino Unido, um plano recente do governo incentiva que lojistas hotéis aprendam a língua portuguesa.
Não se espante se for recebido com um "bom dia" em visita à loja de departamento Harrods, em Londres.

(JOANA CUNHA, GRACILIANO ROCHA, BERNARDO MELLO FRANCO E LUISA BELCHIOR)

Um comentário:

  1. Roberto Vital Anau30 de maio de 2013 13:54

    Gilmar, publiquei no meu face com um comentário. É isso aí, tem que desmascarar nossa péssima mídia que só sabe puxar o brasileiro e a brasileira para baixo enquanto o mundo nos admira e adula.

    ResponderExcluir