quarta-feira, 10 de abril de 2013

Trânsito, Enchentes e Moradores de Rua

Três Desafios de São Paulo

A cidade mais rica do Brasil têm três imensos problemas, todos decorrentes das ações humanas, e que desafiam os administradores e os próprios habitantes da cidade.

1 – Trânsito

Ônibus lotados e em pouca quantidade; Metrô lotado e sem integração; Trens lotados e com problemas diários; Motos que parecem “mosquitos”; Bicicletas que são atropeladas por toda parte; e automóveis em excesso, com estacionamentos caríssimos e o fluxo de carros que andam devagar como carroças.

Tudo isto faz parte de prioridades equivocadas, de planejamentos para automóveis em detrimento do transporte de massa, e da incompetência dos administradores públicos.

2 – Enchentes

Todos os anos temos as enchentes entre o final do ano e o mês de março. Cada ano pior do que o anterior. Por que a cidade não resolve os problemas das enchentes se gasta tanto dinheiro fazendo piscinões, limpezas de córregos e tapando buracos?

É a mesma resposta do Trânsito. Prioridades equivocadas, planejamento que prioriza concessões para se construir mais prédios em ruas sem infraestrutura, canalizações de rios e córregos sem o dimensionamento necessário e outras mazelas. Além da evidente incompetência pública.

3 – Moradores de Rua

A cada ano aumenta o número de moradores de rua. Com o surgimento do crack e a incapacidade da sociedade e do poder publico intervirem tanto atendendo os dependentes, como impedindo o tráfico do crack na cidade, hoje temos quinze mil moradores de ruas que andam como “zumbis” e dormem durante o dia nas calçadas das lojas, dos bancos e dos escritórios.

E por que não resolvem?
Pelas mesmas questões anteriores. Aparece um monte de advogados e promotores achando que sabem mais do que os médicos, psiquiatras e assistentes sociais; somados com os religiosos que acham que as pessoas têm direito de morarem nas ruas, nas portas das lojas dos bancos e dos escritórios. A prefeitura diz que o problema é do Estado e o Estado diz que é da prefeitura e assim a vida continua e os moradores aumentam todos os dias.

A Administração atual da prefeitura de São Paulo fez um planejamento com cem prioridades para melhorar a cidade de São Paulo. Acho isto muito meritório.

Mas eu ficaria imensamente feliz se a prefeitura, juntamente com o governo do Estado e o apoio do governo federal, além do apoio dos empresários, organizações sociais e religiosas, se unissem para resolver somente três problemas de nossa cidade. Resolver os três desafios acima apresentados. Independente de qual partido ou religião sejam.

Vamos trabalhar juntos por São Paulo.

Se não forem capazes de resolver em quatro anos, que continuem tentando por mais quatro ou mais anos, mas que tenham como prioridade resolver estes problemas.

Se fomos capazes de criar as tragédias, podemos e devemos ser capazes de acabar com elas e suas consequências.
Se os ingleses foram capazes de limpar o Tâmisa, nós podemos ser capazes de resolver estes três desafios.

Os gestores públicos que conseguirem resolver estes desafios,
entrarão para a História de São Paulo e do Brasil.
Quem viver verá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário