sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Toyota – a maior do mundo em vendas

O pequeno que pensa grande e o grande que pensa pequeno

Não adianta responsabilizar o governo, o Japão é grande por que seu povo pensa e age de forma estratégica disputando o mercado internacional.

Desde o século dezenove investiu em educação e desenvolvimento industrial e no século vinte teve seu ritmo de crescimento interrompido pela Segunda Guerra Mundial, teve seu país ocupado pelo exercito americano depois de duas bombas atômicas e mesmo assim recuperou sua capacidade competitiva e hoje é o maior vendedor de carros no mercado mundial.

Já o Brasil, sempre foi um gigante que pensa e age de forma pequena. Sempre teve governos fracos e sua população não é competitiva a nível internacional. Quando surge alguém como Lula ou Dilma para estimular a competitividade internacional, nossos empresários e nossa imprensa ficam falando mal e reclamando deles.

Está na hora de o Brasil tomar consciência de seu papel no cenário internacional
Aqui, embora sejamos o quinto maior mercado da indústria automobilística, mais de dez montadoras instaladas, todas são estrangeiras e não existe uma sequer que seja brasileira. Isto é uma verdadeira vergonha!

Temos muito o quê aprender com os japoneses...

Toyota recupera primeiro lugar de vendas

28 Janeiro 2013, 15:22 por Jorge Garcia | jorgegarcia@negocios.pt

A Toyota recuperou a coroa de primeiro lugar nas vendas de automóveis, em 2012, depois de ter ultrapassado os seus principais concorrentes, a General Motors e a Volkswagen.

A fabricante japonesa informou na segunda-feira que vendeu cerca de 9,75 milhões de veículos no mundo inteiro, um número recorde para a empresa com 75 anos de história, que se traduz num aumento de 22,6% das vendas em relação ao ano passado.

O resultado está de acordo com as previsões da empresa, o que a coloca no primeiro lugar de vendas depois de um ano de 2011 para esquecer, com muita publicidade negativa, com o regresso de inúmeros carros às oficinas, nos Estados Unidos, e com o terramoto no Japão.

A Toyota volta assim a ocupar o primeiro lugar de vendas, que foi seu entre 2008 e 2010, ultrapassando a General Motors e a Volkswagen, que foram os campeões de vendas em 2011. A fabricante nipónica espera assim vender 9,91 milhões de veículos em 2013, mais 1,6% que em 2012, de acordo com a Reuters.

A General Motors vendeu 9,28 milhões de veículos em 2012, mais 2,9% que no ano anterior, enquanto a Volkswagen vendeu 9,07 milhões, mais 11,2% que em 2011.

Os maiores rivais japonses da Toyota, a Nissan e a Honda também declararam recordes de vendas de 4,94 e 3,82 milhões de veículos, respectivamente.

O grupo Toyota inclui também a Daihatsu e a Hino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário