segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Voltando à Rotina

De boas e más notícias

Completado o balanço de 2012, quando mostramos nosso olhar sobre o quê aconteceu e como podemos ver mais pelo lado positivo do que pelo negativo, como nossa imprensa insiste em fazer.

Depois de uma pausa na rotina, ao voltar para casa e olhar os jornais, a impressão que a imprensa mostra é sempre a mesma. “No Brasil NADA está dando certo, tudo está errado, a não ser aquilo que é contra o governo ou contra o PT.” É constrangedor!

Voltei a pensar se não é o caso de cancelar as assinaturas dos jornais, mas, como sou pluralista e preciso saber o quê nossos adversários pensam e fazem, continuo com as assinaturas e com o blog mostrando outro olhar sobre os assuntos abordados pela imprensa. Além de mostrar outros temas e outros olhares...

Fico pensando como Dilma faz para não ficar mal humorada quando olha os “releases” dos jornais... Acho que, para compensar, ela pensa no neto, na filha e no povo brasileiro. Pensa também na vida que viveu e na missão que está executando.

Uma das coisas boas que fizemos nestas férias foi visitar museus. Coisas maravilhosas onde, além das belezas das pinturas e das esculturas, percebemos o quanto a nossa vida é transitória.

Impérios que cresceram e se acabaram mostrados de forma tão didática.
O quê somos hoje é muito pouco perto de doze mil anos da história humana e perto dos bilhões de anos da Terra.

Mas, podemos contribuir muito no nosso dia a dia. Uma pequena flor, uma simples música ou uma bela pintura ou ainda um simples gesto pode mudar pequenas coisas que se transformarão em grandes mudanças.

Chegamos com a chuva presente em todo Brasil. Isto foi um bom sinal.

Bonito também foi, ao chegar no jardim da frente, encontrar as flores amarelas brilhando na chuva. E ao chegar no quintal, encontrar dezenas de “mariazinhas” comemorando a chuva.
Já as flores do pé de “lágrimas de Cristo”, estão envelhecendo...

Vejam estas fotos das “mariazinhas”.


Vejam como são belas:



Tão simples e tão marcantes...

Podemos fazer assim com 2013.
Ser o ano da simplicidade e do trabalho marcante,
para mostrar que no Brasil, o futuro é agora.


Nenhum comentário:

Postar um comentário