quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Santander na UTI - OPERAÇÃO PADRÃO

Os funcionários exigem respeito. O Brasil também

Ninguém aguenta mais o sofrimento no Santander.

Hoje haverá audiência de conciliação em São Paulo, entre representantes dos funcionários e do Santander. Como a Justiça Brasileira é lerda, a melhor forma de ajudar na conciliação é

TODO MUNDO FAZER “OPERAÇÃO PADRÃO”


Isto é, todo funcionário deve fazer o mínimo necessário para manter as agências abertas e os departamentos funcionando e, quando atenderem os clientes, todos devem participar da “Campanha de Esclarecimento aos Clientes”, dizendo o que o Santander está aprontando com os funcionários e com o Brasil.

Se os clientes não confiarem na estabilidade emocional dos gerentes e demais funcionários do Santander, como poderão deixar seu dinheiro no banco. Esta Santander está deixando de ser um banco de confiança.

Sem confiança, nenhum banco sobrevive!

Todos devem participar da Operação Padrão até o Santander:

- suspender as demissões,
- reintegrar os demitidos e
- voltar a respeitar o Brasil.

Procurem seus Sindicatos e conversem com os clientes.

O Brasil merece respeito!
Os funcionários e clientes do Santander também merecem respeito!

Leiam o site do Sindicato dos Bancários de São Paulo,
da Contraf e do seu sindicato por todo o Brasil.
Conversem com os representantes sindicais.

Exigimos transparência e respeito!


5 comentários:

  1. Gilmar, deve-se ter cautela ao recomendar tal atitude. Com a crise de empregos e salários e também ao fato de que os bancários demitidos não terão pra onde correr, pois outros bancos não estão contratando, corre-se o risco dos funcionários se engajarem na operação padrão e também serem demitidos, ou seja estariam dando motivos pra demissões por justa causa. O que se precisa realmente fazer é o Sindicato tomar uma posição em conjunto com o Banco Central e o Governo Federal para reverter essa situação. A coisa tem que vir de cima pra baixo.

    ResponderExcluir
  2. AGORA SIM EU RESPEITO O SINDICATO DOS BANCÁRIOS E RETIRO O QUE EU HAVIA ESCRITO QUE ELES ESTAVAM APENAS FAZENDO BARULHO. PARABÉNS À TODA DIRETORIA E À TODOS QUE SE MOBILIZARAM CONTRA ESSA INJUSTIÇA.

    COMO DIRIAM ALGUNS: É NÓIS... AQUI É BRASIL, NÃO É EUROPA.


    Juíza concede liminar a sindicato e suspende demissões no Santander

    Desembargadora pede reavaliação de demissões já efetivadas, suspensão de novos cortes e pede à direção do banco que 'respeite brasileiros como respeita os espanhóis'


    Desembargadora pede reavaliação de demissões já efetivadas, suspensão de novos cortes e pede à direção do banco que 'respeite brasileiros como respeita os espanhóis'

    Por: Redação da Rede Brasil Atual

    Publicado em 06/12/2012, 16:05

    Última atualização às 16:08





    São Paulo – A desembargadora Rilma Aparecida Heleutério, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2ª Região, deferiu liminar pedida em ação ingressada pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região e suspendeu as demissões sem justa causa feitas pelo Santander nesta semana. O banco, segundo a entidade, pretende dispensar quase 10% de seus empregados em todo o país. De acordo com a juíza, todas as dispensas ainda não homologadas estão suspensas. As já concretizadas deverão ser discutidas. A multa em caso de descumprimento da liminar é de R$ 100 mil ao dia.

    “Vocês são uma instituição europeia e foram acolhidos no Brasil. Têm de respeitar os brasileiros como respeitam os espanhóis”, afirmou a desembargadora, lembrando que os trabalhadores da Comunidade Europeia contam com leis de proteção ao emprego que não existem no Brasil. “O trabalho é uma questão social e tem de ser olhado dessa forma.” A desembargadora destacou o bom desempenho da instituição, chegando a mencionar análises de consultorias que indicam que "não há crise no Santander".

    Mais informações em breve.

    ResponderExcluir
  3. pois é meu amigo, mas a liminar so serve pra vcs de sao paulo. O resto dos bancarios continuam demitidos e sendo demitidos. Eles nao vao mandar embora em sao paulo, mas irao demitir no resto do brasil.

    ResponderExcluir
  4. liminar so serve para sao paulo o resto do país continuara sendo demitidos.

    ResponderExcluir
  5. Pessoal, então, dessa forma, recomendo fortemente que pressionem e mobilizem os sindicatos de suas regiões para que, em conjunto com o Ministério Públicom a exemplo da Sensata Desembargadora de São Paulo, tome isso como Jurisprudência. Façam isso urgentemente. Quem, infelizmente já foi demitido, homologado ou não, vá ao sindicato local, informe (acredito que eles saibam) sobre o que foi efetuado aqui em São Paulo. Tenho certeza que o Sindicato daqui, dará o caminho das pedras. Isso é Urgente pessoal. Mobilizem-se, pois o Banco pode adotar uma forma de "compensação"

    ResponderExcluir