quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Oscar Niemeyer, Vinicius de Moraes, Tom Jobim, Villa Lobos...

Do Rio de Janeiro para o Brasil e o Mundo

O tempo e os lugares possibilitam o surgimento de pessoas ilustres. Durante muito tempo o Rio de Janeiro foi o principal centro de surgimento de pessoas que se destacam nas mais diversas áreas, principalmente na cultural.

Os compositores, poetas e cantores cantam as belezas das montanhas, das águas e das mulheres do Rio de Janeiro.

Oscar Niemeyer soube usar a arquitetura como referência para trabalhar as mesmas curvas das montanhas, das águas e das mulheres do Rio de Janeiro.

Em todos os continentes podemos encontrar obras de Niemeyer, e em todos os continentes podemos procurar lugares mais bonitos do que o Rio de Janeiro, mas não encontramos.

Oscar Niemeyer tem a ver com o século XX, tem a ver com o Brasil, com o terceiro mundo, com a cultura europeia, tem a ver com o sonho por um mundo melhor, com um mundo socialista, onde as pessoas possam ser comunistas sem medo de ser presas ou agredidas pela imprensa.

Neste mundo do século XX e com tantos anos de vida, Oscar Niemeyer continuava ateu. Não é pouca coisa, num mundo onde os políticos usam as igrejas para fazer campanhas eleitorais contra os progressistas e a esquerda.

Há pouco tempo, quando o neoliberalismo estava na moda no Brasil, pessoas como Oscar Niemeyer, que gostavam de Chico Buarque, de Leonel Brizola, de Lula, de Fidel Castro e de pobre, eram consideradas “dinossauros”. Hoje, depois de morto, Niemeyer vira unanimidade. E o fato de ele ter sido comunista e ateu é transformado em “folclore”.

O neoliberalismo passou, como passaram o nazismo, o fascismo e o stalinismo. Niemeyer continuou comunista, democrata e universalista. Sobreviveu a todos e será nossa semente e referência para este século XXI, para somar-se a pessoas como Lula e todos aqueles que, direta ou indiretamente, contribuem para acabar com a pobreza e discriminação social.

Niemeyer foi se juntar a Vinicius de Moraes, Tom Jobim e Villa Lobos, além dos outros músicos, poetas e cantores brasileiros.

O céu, a partir da chegada de Niemeyer, terá uma nova imagem. E o Brasil que Niemeyer contribuiu para transformar-se numa grande nação, reconhece o quanto ele foi importante.

Os trabalhadores e trabalhadoras de todo o Brasil prestam a sua homenagem a este ilustre brasileiro. Graças a pessoas como ele, o Brasil vive melhor.

Oscar Niemeyer: Presente!

São Paulo, 07 de dezembro de 2012

CUT – Central Única dos Trabalhadores

Nenhum comentário:

Postar um comentário