sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Violência e Flores

Até no jornal Valor

Hoje, ao chegar ao trabalho, fiquei impressionado, por que até o jornal econômico Valor resolveu botar como matéria de capa do caderno especial para o fim de semana, “a violência em São Paulo”.

Quando a violência aparece até num jornal sério como o Valor, é sinal de que as coisas passaram do limite.

Nos outros jornais e nos sites aparecem fotos de sandálias das vítimas. Jamais as sandálias expressariam o sofrimento dos familiares de quem morre. Ainda mais quando a sandália é de uma mãe que morreu na frente da filha, por ser policial, mesmo estando sem uniforme.

Vi também mensagens sobre o fato de o governador ter dobrado o valor do seguro de vida dos policiais. Algumas pessoas aproveitaram para questionar o governador.

Realmente a vida não tem preço, mas ter um pouco mais de recursos financeiros é melhor do que ficar sem a mãe ou o pai e ficar também sem dinheiro para sobreviver.

Na reportagem do Valor, eles falam de Carapicuíba.
Mas a violência está em todos os bairros e cidades do estado de São Paulo.

Para não mostrar fotos de pessoas mortas, prefiro mostrar fotos de flores.

Vejam estas fotos tiradas já neste mês de novembro!
Vejam estas inúmeras flores do pé de Lágrimas de Cristo!



Um jardim pequeno e simples, com flores tão bonitas.



E estas mariazinhas que, juntamente com uma pedra e outras plantas, formam um cantinho especial.


A vida poderia ser assim, simples, bonita e sem violência.
A vida não pode ter preço, simplesmente, precisa ser vivida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário