quinta-feira, 8 de novembro de 2012

STJ - O noticiário está cansando

E o bom senso?

Será que o pessoal do STJ não percebe que já estão ficando chatos?
Que estão parecendo atores de programas de televisão tipo “A Praça é nossa”?

Que eles usaram o julgamento para interferir nas eleições, todo mundo já percebeu. Agora, mesmo passadas as eleições, eles quererem continuar a criar “calorosos debates engraçados ou desagradáveis”, faz com que eles percam a autoridade que deveriam ter como autoridades máximas do judiciário brasileiro.

Talvez eles estejam deslumbrados com a repercussão que a grande imprensa está dando para eles. Mas eles precisam se lembrar que esta mesma imprensa pode atuar contra eles em outras situações. A história tem vários exemplos sobre estas relações imprensa-juizes-parlamentares-empresários-sindicalistas-etc.

Se a Justiça fosse eficiente e coerente, este processo teria acontecido de outra forma e já teria sido resolvido. Mesmo que a resolução fosse a não solução como é mais comum na nossa vida política brasileira.

Por que eles não são rápidos e eficientes para acabar com a violência que tomou conta das nossas cidades? Ou para combater o narcotráfico? Ou para inibir os corruptores?

Precisamos aprender a ter uma democracia onde todos os poderes sejam sérios, eficientes e respeitáveis.

Nas democracias ocidentais os poderes estão distribuídos entre o Executivo, o Legislativo, o Judiciário, as Igrejas, a Imprensa, os Empresários, os Trabalhadores e as Associações Temáticas.

Precisamos dar um salto de qualidade em nossas instituições, a maioria está aquém do que os brasileiros precisam.

Para que a Justiça seja respeitada, ela precisa dar o bom exemplo.

Estamos chegando ao final de 2012. Vamos semear esperanças?

Um comentário:

  1. Gilmar, deixe os Juizes de TOGA do STF darem seus shows, afinal naquela sala não cabe tanta vaidade!!!!

    ResponderExcluir