quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Mortes: Palestina ZERO e São Paulo DEZ mortes

Trégua na Palestina funciona, já em São Paulo...

Vejam as notícias sobre a violência entre Israel e os Palestinos e a violência em São Paulo.
Enquanto o cessar-fogo na Palestina fez com que não morresse ninguém de ontem para hoje, aqui na Grande São Paulo tivemos dez mortes e 13 feridos.

Vamos ver se, com a nomeação do novo secretário de segurança pública de São Paulo as mortes diminuem. Com a palavra os envolvidos na violência de São Paulo.

Notícias da Palestina:

Gaza retoma atividades após oito dias de bombardeios

Acordo de cessar-fogo foi firmado entre Israel e o Hamas ontem;
território teve comemorações à noite

22 de novembro de 2012 | 8h 17 - Efe - Estadão

CIDADE DE GAZA - A Faixa de Gaza vai recuperando pouco a pouco nesta quinta-feira, 22, suas atividades cotidianas e seus habitantes já saem às ruas após o cessar-fogo que entrou em vigor na noite de ontem, após oito dias de intensos bombardeios israelenses, que deixaram 162 mortos e 1,3 mil feridos. O comércio da maior cidade abriu hoje, e só permaneciam fechadas nesta manhã as lojas que ficaram abertas até altas horas da noite, quando as ruas da cidade se encheram de moradores comemorando a trégua acertada entre Hamas e Israel.

Além disso, os soldados da polícia do Hamas voltaram às ruas, assim como homens armados e uniformizados de outros corpos de segurança vinculados ao movimento islamita alocados em várias esquinas. De tempos em tempos, vans com insígnias do Hamas circulam pela cidade e divulgam em alto-falantes mensagens nacionalistas e de vitória pelo final da ofensiva israelense com uma trégua que impediu uma incursão por terra na faixa palestina.

Na cidade de Gaza não se ouvia hoje o constante sobrevoar de aviões israelenses não tripulados, permanente sobre a faixa desde que começou a ofensiva israelense "Pilar Defensivo" em 15 de novembro. Antes da trégua entrar em vigor ontem à noite, Israel bombardeou com intensidade a Faixa e as milícias lançaram também ao redor de uma dezena de foguetes contra território israelense.

Nesta última escalada de violência, o balanço de vítimas mortas é de 162 palestinos e cinco israelenses e, de feridos, 1,3 mil palestinos e 50 israelenses.

Notícias de São Paulo:

Noite tem 10 mortos e 13 feridos na Grande São Paulo

Três pessoas morreram e uma sobreviveu a uma chacina em Itaquaquecetuba,
na Região Metropolitana de São Paulo

21 de novembro de 2012 | 7h 41 - Estadão

SÃO PAULO - Ao menos 10 pessoas foram mortas e 13 feridas a tiros em um período de 7h, entre as 18h de terça-feira, 20, e a 1h de quarta-feira, 21, na Região Metropolitana de São Paulo. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar os casos.

Em um deles, um adolescente morreu após balear um policial militar em uma tentativa de assalto na zona leste de São Paulo. Em uma chacina ocorrida em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, no final da noite, três pessoas morreram e uma sobreviveu. Essa é a 17ª chacina do ano na Região Metropolitana, aumentando para 57 o número de mortos em crimes deste tipo, segundo levantamento feito pelo estadão.com.br. Foram seis casos na capital e 11 nas demais cidades.

Nas últimas seis noites a soma da violência chega a 43 pessoas mortas e 34 feridas na Região Metropolitana. Na maioria dos casos, segundo a polícia, os atiradores ocupavam motos.

Chacina. No final da noite, homens armados passaram em frente ao Bar do Chapel (sic), na altura do número 105 da Rua Barretos, na Vila Passalacqua, em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, e atiraram contra um grupo de pessoas. Quatro delas foram baleadas. Destas, três morreram, todas no local. Uma quarta, em estado gravíssimo, foi levada para o pronto-socorro do Hospital Santa Marcelina, na mesma cidade.

Confrontos. Um suspeito morreu e outro ficou ferido em dois confrontos com a polícia nas cidades de Diadema e Ferraz de Vasconcelos. Por volta da 1h desta madrugada de quarta-feira, um assaltante foi baleado por um policial civil no começo da Avenida Conceição, região central de Diadema, no Grande ABC. O policial, ao testemunhar um taxista sendo atacado pelo criminoso, interveio. O assaltante, mesmo baleado, conseguiu fugir. Já em Ferraz de Vasconcelos, no início da noite, um homem armado com uma metralhadora artesanal trocou tiros com policiais militares do 32º Batalhão e morreu.

No início da noite, no Jardim Vera Cruz, região do Parque São Rafael, Sapopemba, zona leste de São Paulo, o policial militar Ricardo Santos foi vítima de uma tentativa de assalto na Avenida Sargento Iracitan Rodrigues. Ao reagir à ação dos dois assaltantes, ambos adolescentes, o policial foi ferido na cabeça e em uma das pernas. Acionada, a Polícia Militar localizou a dupla na Rua Bento Ribeiro, no Jardim Santo André, onde os menores foram baleados. Ambos foram levados para o pronto-socorro do Hospital Geral de São Mateus, onde um morreu. O caso foi registrado no 49º Distrito Policial, de São Mateus.

2 comentários:

  1. Olá.
    Cai por uma postagem feita de sabiás e árvores.
    Encantei-me com os detalhes de uma madrugada regada a canto e flores vistas da janela.
    Nada de guerra, nem conflitos.Uma postagem bem calma e cheia de ternura.
    Prazer.

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, Rose,

    Tenho mais de duas mil fotos de flores da Vila Madalena, onde moro em São Paulo. Outro dia tirei fotos de centenas de rolinhas, também na nossa Vila Madalena. Se eu pudesse só mostraria flores e alegrias, mas, fico horrorizado com a insegurança em nossa cidade.

    Quando jovem caminhava pelas ruas tarde da noite e brincava com minha filha na porta de casa, atualmente, mesmo morando perto do Morumbi ou do Alto de Pinheiro, a violência e o medo estão sempre presentes.

    Por isto, eu intercalo matérias e fotos sobre os mais diversos assuntos, incluindo também boas músicas.

    Eu acredito que poderemos reduzir a violência e aumentar a solidariedade. Isto depende da contribuição de cada um e também do poder público.

    Obrigado pela singela mensagem.

    Gilmar Carneiro

    ResponderExcluir