quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Genoíno: Tenho Sonhos, Ideias e Causas

As únicas coisas que tenho na vida

Hoje o Estadão publica uma boa matéria de Vera Rosa. É por isto que o “Estadão é mais jornal”. O Estadão sofreu a censura da ditadura militar, mas não abriu mão de seus princípios. No Brasil de hoje, faltam princípios...

Se quiserem ler a matéria do Estadão é só copiar, eu não sei fazer link:
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,eu-nunca-joguei-a-toalha-na-minha-vida-afirma-jose-genoino,932994,0.htm

Genoíno foi importante para derrubar a ditadura militar, foi um herói da resistência e da redemocratização, e agora está sendo condenado por elementos revanchistas e medíocres.

Nunca gostei da palavra de ordem “Não passarão”. Eu prefiro àquela que diz: “Passarão o Céu e a Terra, mas minhas palavras não passarão”.

Genoíno, na sua simplicidade diz, “as únicas coisas que tenho na vida são sonhos, ideias e causas”. E nós complementamos: Você também tem uma boa família e milhões de amigos que estão solidários com Genoíno.

Realmente o Brasil precisa de uma nova constituição e uma nova história.
Nosso passado nos envergonha e nosso presente está numa encruzilhada.

Vindo para o trabalho, coloquei no som do carro um disco de um músico chinês-canadense, tocando músicas de um argentino para sentir as emoções deste Brasil tão confuso. O internacionalismo nos ajuda a manter os sentimentos e os princípios.

O violoncelo de Yo Yo Ma tocava as músicas de Piazzolla e uma delas falava da liberdade. Era "Libertango".




E enquanto ouvia o som do violoncelo, dirigia e prestava atenção nos pequenos pés de ipê amarelo floridos, desde minha rua até o Anhangabaú. Contei vinte e sete pés de Ipê floridos. O amarelo das flores do Ipê podem nos ajudar a lembrar que temos um país para construir, um Brasil para cuidar. Uma História de dignidade para ser construída.

Vejam as flores de Ipê Amarelo caídas:


Depois eu mostro mais fotos de árvores floridas da nossa cidade. Por enquanto, estou sofrendo e solidário com Genoíno. Um grande guerreiro. Um heroi da nossa geração.

Genoíno diz que “nunca jogou a toalha”.
Boa Genoíno! Mantenha a dignidade.
Assim, no futuro, nossos filhos e netos saberão
quem defendeu a liberdade e quem defendeu a ditadura.


3 comentários:

  1. Parabéns Gilmar, parabéns, Genoíno, contem comigo, para que esta primavera também seja nossa, quando entrei no sindicato o tema da nossa campanha era, esta primavera tem que ser nossa, lembra? Contem comigo. Onésimo Esteves. Osasco 20.09.2012.

    ResponderExcluir
  2. Quem tem sonhos, ideais e causas, tem tudo. Sempre votei no PT, mas na última eleição, pela primeira vez em Genoino.

    ResponderExcluir
  3. Genoino sempre foi e continuará sendo um grande guerreiro. Estamos todos juntos, solidários e despertos nesta luta que não é só dele, é de todos nós que defendemos a liberdade e um país socialmente justo!

    ResponderExcluir