domingo, 12 de agosto de 2012

Meninas e Meninos do Vôlei

Nossos heróis

As meninas, liderada por Zé Roberto, superaram tudo e todos e conquistaram o Ouro. O Brasil acompanhou o jogo com o coração na mão e a dúvida se elas ganhariam ou não. Elas ganharam com louvor.

Já os meninos, liderados por Bernardinho, mesmo o jogo sendo bem cedo para um domingo, o Brasil fez questão de acordar mais cedo ainda, para tomar café e assistir à disputa. Todos tínhamos certeza que “os meninos ganhariam o ouro”. E foi com o coração na mão que assistimos à virada dos russos. Foi uma tristeza imensa.

É preciso lembrar que os russos não estão mortos. Eles ficaram no quarto lugar da competição geral. E os meninos da Rússia vingaram a derrota das meninas russas para nossas meninas. Coisas de meninos e meninas...

Com a derrota no futebol, ninguém ficou triste, ficamos foi com raiva do técnico e do time. Time de frouxos! Mas os meninos do vôlei não são frouxos, são guerreiros que têm história de lutas e conquistas. Nosso futebol já foi bom.

Agora é voltar para casa, fazer o balanço, outro planejamento e investir nas mais diversas categorias. Precisamos ampliar nossas possibilidades de conquistas de medalhas. Precisamos dar um salto de qualidade e não ficar refém da propaganda na imprensa, quando dizem que somos ótimos nos esportes. Não somos! Temos alguns atletas bons, mas não é a regra.

E também pensar na Copa de Mundo de 2012 para não passar muita vergonha. Nem na infraestrutura, nem no futebol.

Devemos aprender a superar nossos defeitos, tanto do esporte, como de personalidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário