quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Japoneses Baianos e Brasileiros

Um outro Brasil é possível

Vivendo numa época que as notícias ruins se sobrepõem as notícias boas, tento compensar este desequilíbrio falando de flores e de música. E quando se fala de música e flores, é fácil lembrar do Japão. A Bahia lembra mais a música.

Mas, com a industrialização da Bahia, aumentou o número de japoneses morando em Salvador. Meu irmão, que morou no Japão por 11 anos, trouxe mais duas japonesas, que gostam de cantar e de flores.

Meu irmão é físico e professor universitário, mas a paixão mesmo é com música. Assim, resolveu juntar os japoneses e os baianos que moram em Salvador e gostam de música. Criaram um coral chamado Kosmos e um conjunto chamado Ateneu.

Ainda não são tão bons quanto a OSESP, mas fazem milagres nas terras baianas.

Vejam esta apresentação comemorando os 15 anos do Coral:




Coral Kosmos - 15 anos. Kampai! 乾杯
O coral Kosmos está completando, em 2012, 15 anos ininterruptos
cantando exclusivamente músicas japonesas, na terra do Axé.

Kampai é a palavra japonesa usada quando se brinda a alguma coisa: Saúde, Cheers, Santé, Prost.
É uma composição de Tsuyoshi Nagabuchi, e ao longo desse vídeo vemos fotos mostrando várias épocas com membros distintos, nos dois sentidos, desse coral, desde 1993 até 2012.
Kosmos é o nome de uma flor que floresce no outono, no Japão,
e também o nome de uma bela canção.

Coral Kosmos
Regente: Érika Sato
Sopranos: Érika Sato, Terezinha Onaga, Anna Tittl, Fusako Lariú
Contraltos: Gildete das Virgens, Kiyoko Sakamoto
Tenores: Thiago Prates, Ricardo Almeida
Baixo: Gildemar Carneiro

Ateneu Musical Osvaldo Devay de Souza
Violinos: Tiago Alves, Gabriel Dantas, Deodato Guimarães, Ogvalda Torres; Edson Soares, Enã Santos, Valter Bahia
Violoncelo e orquestração: Gildemar Carneiro
Clarinetas: Alan Moreno, Jorge Freitas
Trompete: Zízimo Fonseca
Teclado: Keiko Ribeiro

E agora veja o conjunto Ateneu ensaiando o Hino Nacional Brasileiro.


Japoneses-Baianos = Todos brasileiros.
Contribuindo por um mundo melhor.



Ouçam o Ateneu Musical, de Salvador, ensaiando o Hino Nacional para o Bon Odori de 2012, promovido pela Anisa - Salvador - Ba.
O Ateneu Musical é uma orquestra de amadores, aberta a quem queira participar, que se reúne todos os sábados das 15:30 às 18:00h para tocar livremente.
Se você mora em Salvador e quer participar, comunique-se.

Quando a gente era pequeno, os instrumentos acessíveis eram os da Filarmônica 30 de Junho de Serrinha-Bahia, que não tinha cordas. Tínhamos acessos também a sanfonas, violões e pandeiros. Com o passar do tempo, vemos que instrumentos de cordas estão se popularizando no Brasil.

Minha alegria em ver os meninos e meninas de Trancoso tocarem violinos só aumenta quando vejo os jovens de Salvador também tocando seus violinos e violoncelos.

Apesar do caos que a imprensa nos mostra diariamente,
existe um Brasil que se renova, que cresce
e que nos enche de orgulho.

2 comentários:

  1. Na verdade, o Ateneu Musical é um remanescente do grupo que inspirou Jorge Amado em Dona Flor e seus dois maridos. Lá, o marido farmacêutico toca fagote num grupo musical que realmente existiu, e que é hoje o Ateneu Musical. Brigado, Gilmar! Valeu pelo estímulo!

    ResponderExcluir
  2. Que ótimo!! Vou recomendar aos amigos da terrinha.
    Abs,
    Vitor(Caffè)

    ResponderExcluir