segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Flores no Bairro e Mendigos no Centro

Contradições de nossa cidade?

Nesta segunda-feira mostrei os moradores de rua dormindo nas portas das agências do Banco Itaú, no Centro Velho de São Paulo.

Na hora do almoço, encontrei vários turistas estrangeiros “perdidos” na Praça Patriarca, onde não existem placas turísticas. Tomei a iniciativa de perguntar se podia ajudar e eles queriam saber onde era a Catedral da Sé.

Depois de explicar, aproveitei para falar da Igreja de São Francisco e, principalmente, do Mosteiro São Bento, com seus cantos gregorianos. Eles agradeceram muito e disseram que já tinham ouvido falar do Mosteiro São Bento.

No Metrô São Bento também todos os dias têm gente perdida, querendo saber como conseguem sair do metrô e chegar à 25 de Março. Não sei o porquê de o Metrô não sinalizar direito, deixando apenas para o Natal e Ano Novo. Todos sabemos que milhares de pessoas veem à Rua 25 de março todos os dias. Podemos ajuda-las sinalizando bem nosso Centro da Cidade.

Na Vila Madalena temos muitas flores e jardins.
Quase que não vejo mendigos.

Perto de nossa casa, as pessoas plantam Orquídeas nas árvores que estão em frente de suas casas. Já mostrei várias e sempre fico surpreso por que as pessoas não retiram as flores. Elas duram até secar. É uma alegria.

Vejam esta sequência de Orquídeas Amarelas e banhadas por raios do sol do final do dia.


Simplesmente Divina!

Vejam agora quando eu tirei a foto pelo ângulo esquerdo.



E esta foto, pelo ângulo direito.



E perto de casa também tem várias agências do Banco Itaú.
Inclusive com pés de Ipês e outras flores.

Será que o problema está no Centro da Cidade?
Mas o Centro já foi tão bonito e acolhedor!

Vamos fazer uma campanha por um Centro Melhor e Mais Acolhedor?

Nenhum comentário:

Postar um comentário