quarta-feira, 25 de julho de 2012

O Violino de Guilherme

E o Concerto dia 28 de Julho

Estávamos fazendo a caminhada diária, na praia quase deserta de Trancoso, na Bahia, quando ouvimos sons de violinos. Eram umas dez crianças aprendendo, ensinando e passando uma partitura.

O grupo estudava sob a sombra de uma barraca de uma pousada, chamada Tangará. Perguntei se eu podia tirar fotos e elas concordaram. O interessante, além do fato raro de ver crianças do interior do Nordeste tocando violino, era que a partitura era da música “Libertango”, de Piazzolla.

Voltamos para nossa pousada, comentando esta novidade baiana.
Quando fomos jantar, comentamos com a moça que nos atendia sobre “os músicos de Trancoso”. A senhora, emocionada, comentou: - Um deles é meu filho, Guilherme!

Esta mãe começou a falar sua alegria e das 90 crianças e adolescentes que participam desta Orquestra de Cordas de Trancoso. A professora veio de Londres, mas é brasileira, o Instituto e a escola de música começaram com o apoio de uma empresa de revenda de automóveis, creio que seja a JAC.

Mas as coisas andam difíceis por que os mantenedores estão cortando verba e podem acabar com a escola de música. O que seria uma tragédia.

Todos reconhecem as qualidades dos músicos, dos professores e o apoio dos pais. Mas a incerteza precisa ser superada. Estes “musicos de Trancoso” já tocaram em vários lugares, apareceram na televisão e ganharam prêmios.

Agora, quando vão ensaiar, além de carregarem seus instrumentos, carregam as cadeiras da escola municipal até o Espaço de Arte, no Quadrado, estudam as músicas e as coreografias e depois levam tudo de volta. É uma distância razoavelmente grande. O conjunto todo é de heróis.

Tiramos muitas fotos dos “músicos de Trancoso”, mas não conhecemos Guilherme, o pequeno menino do violino. Mas hoje, dia 25, é o aniversário da mãe dele.

E assim, mesmo sem conhecer Guilherme, queremos homenagear todos os músicos, a regente-professora, a equipe de teatro, os apoiadores e principalmente as mães dos pequenos músicos de Trancoso. Elas choram de alegria em vê-los tocar, e de medo de a orquestra acabar.

No ensaio geral, eles tocavam “O Trenzinho Caipira” de Villa Lobos, e a parte teatral é sobre “Os músicos de Bremen”, história antiga de uma cidade alemã.

Agora a propaganda oficial:

Orquestra Infantil de Trancoso apresenta:

O TRENZINHO DO BURRO CAIPIRA

Sábado, 28 de Julho, 19:30.

Na Praça Tancredo Neves – Mercado – Igreja Assembléia de Deus.

Uma realização Quarteto de Cordas Trancoso e Cia. Dança Essência

Apoio:
Pojucan\design, Escola Municipal Higina Cristo, Associação de Pais e Mestres da Orquestra, Pousada Tangará, Casa de Festas de Trancoso, Imobiliária Trancoso, Neojiba, Instituto SHC.

Informações: deborahviolino@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário