segunda-feira, 2 de julho de 2012

DICAS DO DIA

Dois de Julho

1Feriados que dizem pouco Hoje é DOIS DE JULHO – Feriado na Bahia – nas escolas nos ensinam que simboliza “a expulsão definitiva dos portugueses do Brasil”, quando da Declaração da Independência do Brasil”. Os portugueses que defendiam manter a subordinação formal a Portugal, fugiram do Rio para Salvador para defenderem a monarquia portuguesa. Na Bahia houve um levante e as tropas baianas expulsaram os portugueses monarquistas. Para o Brasil não significa nada, para a História do Brasil significa muita coisa.

É igual ao 9 de Julho paulista
. Na próxima segunda-feira será feriado em São Paulo, quando se comemora a tentativa de se derrubar Getúlio Vargas pelas armas de São Paulo. Os paulistas perderam esta, mas ganharam todas as outras disputas e golpes militares, para impor a hegemonia paulista. O Brasil ainda não se refez desta hegemonia, daí que as crises partidárias mais fortes são sempre em São Paulo, seja no PSDB, no PT ou nos demais partidos.

2 - Espanha – Show de Bola – ainda não li os comentários de Joel Bueno e Sérgio Vianna sobre o jogo Espanha e Itália, mas a parte que assisti deu para ver UM VERDADEIRO SHOW DE BOLA DOS ESPANHOIS. O Brasil inteiro ficou com inveja, lembrando que já fomos os bons de bola, agora representamos um futebol decadente. Ainda é tempo de recuperar o nosso futebol. É só deixar de pagar fortunas para cartolas e prestigiar o futebol de várgea e as escolinhas de futebol e de técnicos. Estamos pior em técnicos do que em jogadores.

3 – México – A derrota da direita neoliberal
– nossa imprensa escode, nega, mas o grande derrotado no México foi o neoliberalismo. Os candidatos mais votados foram o de Centro e o de Esquerda. A candidata governista de direita ficou no terceiro lugar. E não adianta responsabilizar o narcotráfico. O principal motivo da derrota foi econômico. Faltou distribuição de renda, como Lula fez no Brasil.

4 – Convenções Partidárias – Por falar em política nacional, neste fim de semana aconteceram as convenções partidárias. POBREZA AMPLA, GERAL E IRRESTRITA! Vamos ter que escolher entre “o aprendiz e o coisa ruim”. Continuo defendendo um Programa Mínimo de Governabilidade e Compromisso com a Cidade. Vamos ter que fazer uma Frente Ampla contra o retrocesso. São Paulo merece respeito!

5 – Vergonha Nacional
– Além da vergonha dos políticos atuais, temos que ver matérias como esta da Folha: “Ditadura Militar ordenou destruição de mais de 19 mil documentos”. É a maldita mania de querer “apagar a história” ou “negar nossos defeitos”. Já fizeram isto com a Escravidão, com a Guerra do Paraguai, os levantes regionais brasileiros como Canudos e tantos outros. Isto faz parte da nossa síndrome de Macunaíma.

6 – Bom Consenso Nacional
– Finalmente, entre tantas mediocridades, temos pessoas que servem como modelo de personalidade, de perseverança e de sucesso. Estou falando do pianista NELSON FREIRE. Leiam as duas boas e grandes matérias do Estadão e da Folha. Nelson Freire merece. Este é um bom Consenso Nacional e Internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário