sexta-feira, 13 de julho de 2012

CUT sob Nova Direção

E com muitas responsabilidades

Um bancário assume a presidência nacional da CUT e o atual presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Sérgio Nobre, assume a Secretária Geral da CUT. Esta dupla, em conjunto com todos os dirigentes da Executiva, mais os dirigentes dos Ramos Profissionais e os dirigentes das CUTs Estaduais, têm a responsabilidade de “ouvir o clamor da classe trabalhadora” e negociar com os governos e os empresários. Não é pouca coisa.

De imediato, além das campanhas salariais do segundo semestre, tem também as eleições municipais. Além de mais salário e melhores condições de trabalho, precisamos eleger os candidatos mais comprometidos com as políticas públicas e as necessidades estratégicas dos municípios. Boa sorte aos dirigentes eleitos, tanto os novos como os que continuam, mesmo que em cargos diferentes.

Vagner Freitas é o primeiro bancário eleito presidente nacional da CUT

ContrafCUT – 13/07/2012

Após 29 anos de fundação, o bancário Vagner Freitas é o primeiro bancário eleito para ser presidente nacional da CUT. Ele liderou a Chapa 1 - Somos Fortes, Somos CUT, que ganhou 90,52% dos votos de um total de 2.322 delegados, durante votação ocorrida nesta quinta-feira (12), quarto dia do 11º Congresso Nacional da CUT (CONCUT), em São Paulo. A nova direção eleita assume o mandato 2012/2015.

"Para nós bancários é uma satisfação que todas as categorias e sindicatos da CUT tenham nos dado a honra de presidir essa Central tão fantástica", declarou Vagner, que é funcionário do Bradesco e foi presidente da Contraf-CUT (2006-2009) e da ex-Confederação Nacional dos Bancários - CNB-CUT (2003-2006).

Comemoração

O atual presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro, comemorou a eleição de Vagner. "Estamos muito orgulhosos e contentes em poder contribuir com um bancário que a partir de agora passa a ser o principal dirigente das lutas da classe trabalhadora", destacou.

"Vagner terá um papel muito importante para todos os trabalhadores na construção de políticas públicas que tragam melhores condições de vida para todas as categorias e no rumo de um país mais justo, humano e solidário", salientou Cordeiro.

A presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Juvândia Moreira, também comemorou. "Hoje é um dia muito feliz para os bancários, especialmente para os bancários de São Paulo, que participaram da criação da CUT e ajudaram a construir os princípios da Central na luta por uma sociedade justa e igualitária", afirmou.

Para ela, a CUT é um sonho concretizado,
pois conseguiu reunir trabalhadores do Brasil todo, do campo e da cidade, em uma Central que luta pelos direitos de toda a classe trabalhadora. "A CUT é uma grande realização. Temos um compromisso histórico com a Central e por isso disponibilizamos uma grande liderança para assumir essa tarefa, que é o Vagner Freitas", frisou.

O atual presidente da CUT,
Artur Henrique, elogiou a escolha de Vagner. "A CUT está para completar 30 anos e hoje cumpre o seu papel ao colocar na presidência um bancário, categoria tão importante na construção de nossa Central".

Nenhum comentário:

Postar um comentário