terça-feira, 3 de julho de 2012

Apartamentos em Reais, Euro e Dólar

No Brasil, estão roubando...

Os jornais têm mostrado que os brasileiros estão comprando os imóveis de Miami. Os mais intelectualizados estão comprando imóveis em Nova York, Paris, Londres e Roma.

Mas, estes investimentos não são apenas por que os imóveis nestes lugares são mais baratos que em São Paulo ou Rio de Janeiro, é que aqui no Brasil, com a liberação de financiamentos a longuíssimos prazos, 30 a 40 anos para pagar, as construtoras, imobiliárias e bancos estão metendo a mão, literalmente roubando. Tanto imóveis de rico como imóveis de pobre. Qualquer coisa aqui vale milhões...


Vejam estes dois exemplos de imóveis "baratos":

1 – No Estadão de ontem tem um fotografia, na página B11, Caderno de Economia, com um prédio na ESPANHA, vendendo apartamentos de “2, 3 y 4 dormitorios – desde 65.000 Euros”.

Sabe quanto significa em reais?
R$161.837,00 por um apartamento de dois quartos, na Espanha!
A cotação de hoje, na UOL, é de 2,49 reais por Euro.

2 – Agora, em São Paulo, vejam um apartamento de APENAS 60 m2,
na Rua Fradique Coutinho esquina com a Purpurina. Região mais simples da Vila Madalena.

Sabe quanto o vendedor pediu?
Apenas 600 mil reais!
Chame o ladrão! Como diz Chico Buarque.
Isto é um assalto legalizado!

Ai vocês entendem por que as construtoras estão destruindo a Vila Madalena e toda a cidade de São Paulo.
Especulação imobiliária pura! Aproveitamento da política de financiamento a longo prazo para facilitar a vida de quem não tem casa. Isto é um caso de polícia, se o país fosse sério!

Lembram quando publiquei no ano passado, uma foto do pé de Ipê na Rua Wizard que eu o chamei de Herói da Resistência? Naquela época ele estava florido, agora ainda não floriu por que ele é amarelo, não rosa.

Vejam o prédio que estão construindo, em formato de “L”, pegando duas ruas, como forma de “constranger” os outros proprietários de imóveis pequenos e forçá-los a venderem mais barato.


Agora vejam nosso pequeno Herói da Resistência, ao lado do portão da construtora, avisando que há "entrada e saída de veículos - em obra".


Ele ainda não floriu, poderá até atrasar a florada, em função da "obra". Já que não podemos contar com os "poderes públicos", devemos contar com os Moradores da Vila.

Os jornais informaram que estão querendo “tombar” um pequeno pedaço da Vila Madalena.
Precisamos repensar toda a cidade de São Paulo, precisamos preservar nossa história e nossa dignidade.

Um país sem história é um país que não merece ser chamado de Nação.

2 comentários:

  1. Essa seria a bolha da vez no Brasil ?

    ResponderExcluir
  2. xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    ResponderExcluir