quinta-feira, 28 de junho de 2012

Corinthians - Chegou o NOVO

Novo Goleador para o Novo Campeão

Nada melhor do que ter um bom comentarista esportivo. Na verdade temos dois bons comentaristas. Só que Sergio Vianna, que não é parente de Mário Viana (do falou tá falado!) faz o comentário logo após o jogo. Veja que ele enviou a mensagem às 00:34 H de hoje. Isto é, a meia noite!!!! Já Joel, escreve na parte da manhã. Depois mostro os comentários de Joel Bueno, diretamente do Rio de Janeiro. Sergio Vianna é diretamente de Juiz de Fora.

Sangue novo no Corinthians, um Romarinho de apenas 21 anos dá vida nova ao Timão. São Paulo também vai precisar de sangue novo e vida nova para humanizar e organizar melhor nossa cidade. E o pior é que Serra é palmeirense... Meu vizinho, também palmeirense, torceu para o Boca. Imaginem o que eu pensei dele.

Tomou dois de Romarinho no domingo e agora tomou outro gol de Romarinho. Agora temos centroavante!

E dias 4 e 5 o Brasil vai parar para assistir
e comemorar o Novo Título do Corinthians!

Tudo com muita Calma e Firmeza, como diz Míriam Leitão.

O Brasil agora é Corinthiano!!!


Com a palavra, o comentarista on-line, Sérgio Vianna:

Terminada a primeira batalha
da final da Libertadores de América.


Sérgio Vianna 28 de junho de 2012 00:34

O Corinthians conseguiu sair do jogo com um empate em um gol, numa Bombonera lotada.

Convenhamos que o técnico Tite orientou seu time para uma organização tática que permitisse a equipe suportar a natural e conhecida pressão dos argentinos do Boca. Afinal, ele é quem escala os jogadores e faz as substituições que julga conveniente.

Mas fiquemos com essa homenagem ao técnico e vamos ao time.

Os jogadores corintianos deram uma aula tática e foram brilhantes no conjunto da obra.
Uma disciplina de fazer inveja aos demais times brasileiros que prezam muito um cai-cai ou um número excessivo de faltas tolas. Aos 23 minutos do segundo tempo o comentarista da TV, ex-árbitro, ressaltou que o time paulista não havia feito nenhuma falta.

Outro aspecto que se percebe na maioria dos times brasileiros é a ausência da determinação necessária para um esporte cada vez mais físico, atlético, cujos jogadores deixam de jogar no segundo tempo por falta de preparação adequada.

Pois o Corinthians foi determinado, persistente, disciplinado, jogou coletivamente, durante toda a partida.
Um escanteio do Boca resultou no único gol argentino numa jogada única em que a defesa não se desfez da bola cruzada. O Boca até teve outras duas ou três razoáveis possibilidades. Mas não se estabeleceu como dono do campo.

E de novo o técnico mostra sua iluminada escolha, ao colocar Romarinho em campo no lugar de Danilo já bastante cansado.
E não é que o menino, recém chegado no Parque São Jorge, recebe uma bola açucarada do Emerson e não se intimidou, colocando suavemente a pelota na rede, empatando o jogo e levando a decisão para o Pacaembu?

O Corinthians campeão será invicto, isto está certo. E somente faltam-lhe 90 minutos, podendo ser 120 com a prorrogação no caso de novo empate no tempo normal. E vamos torcer para que não seja necessária a cobrança de pênaltis.

De qualquer forma, os corintianos terão uma semana de suspense e apreensão até o final do jogo da próxima semana. Mas já está bem perto de ser mais um clube paulista campeão da Libertadores de América.

Foi um grande jogo!

Parabéns Corinthians!



Esta música eu escolhi ontem, quando vim trabalhar.
Já na certeza do bom resultado.

GAL COSTA - BLOCO DO PRAZER



Para o próximo jogo será FESTA DO INTERIOR!


2 comentários:

  1. Eu não vi o jogo, Gilmar. Ou melhor: vi marromeno, enquanto lia um livro. Já peguei pelo meio, aliás. Tinha ido comprar um vestido pra minha filha usar no casamento do irmão. Comprar vestido fino pra adolescente funkeira não é moleza.
    Só não esqueça: o Corinthians também pode ser vice invicto...

    ResponderExcluir
  2. A propósito, um mini-comentário: o garoto sair do banco e no primeiro toque na bola encobrir o goleiro e encaçapar... esse é predestinado!

    ResponderExcluir