segunda-feira, 28 de maio de 2012

Sua rua tem um pé de Ipê?

Os japoneses têm os sakurás

Neste final de semana, onde eu passava eu olhava atento para ver se os pés de Ipês já estavam florindo. Fiquei impressionado com a quantidade de ruas onde os Ipês já florescem.

Avenida Pedroso, Avenida Funchal, Marginal de Pinheiros (na Hebraica), Rua Ourânia, Rua Livi, Rua da Consolação, Rua Purpurina, além das ruas que já relacionei na semana passada.

O interessante é que os primeiros Ipês a florir são os cor-de-rosa, os amarelos ficam para depois. Fotografei os pés de Ipê amarelos perto de casa e todos eles estão esperando chegar a hora certa. Quando começarem a florir eu mostro as fotos a vocês.

Lembram-se daquele pé de Ipê que eu chamei de “Herói da Resistência’?
Coitado, continua firme e forte, mas, onde era uma casa, agora vai subindo um prédio.
Mais um prédio para destruir a imagem histórica da Vila Madalena.

O curioso é que os pés mais bonitos, são os grandes, árvores altas e cheias de flores. Mas eu observei que estas árvores grandes foram plantadas quando ainda eram casas e não prédios.
Isto significa que, a medida que vão diminuindo as casas e aumentando os prédios, irão diminuindo também os pés de Ipê. Não gosto nem de pensar...

Aproveitando a semana do “Rio + 20”,
e a campanha de “plante uma árvore”, pensei:
E se em cada rua de São Paulo tivesse ao menos um pé de Ipê?
Teremos uma cidade tão bonita quanto Kioto, no Japão.
Kioto é uma das cidades mais bonitas do mundo.

Vejam como ficaria sua rua:


Não precisa esperar o governo ou a prefeitura.
Pense nisto e participe da campanha por um Ipê na sua rua.
Vamos contribuir por uma São Paulo melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário