segunda-feira, 14 de maio de 2012

Santander sente o tranco

Provisiona bilhões de Euro

Tem gente que fica em dúvida sobre a real situação do Santander e da Espanha. Tem gente que acha que o Santander Brasil não se contamina com o Santander da Espanha. Tem gente também que não acredita que a Terra seja redonda, ou que o homem foi à lua.

O Banco Real foi vendido ao Santander por que a Holanda entrou em crise. Portanto, ou se resolve a crise da Espanha, ou o Santander Brasil será vendido ou compartilhado.
Não adianta esconder a cabeça na areia, como as avestruzes.

Ter que provisionar 2,7 bi de Euros, não é pouca coisa.


Saiu na Folha SP de 14/05/2012 - segunda-feira:

Bancos espanhóis
Santander vai reservar 2,7 bilhões de euros

O banco Santander informou que vai reservar € 2,7 bilhões para cobrir possíveis perdas e atender exigências do governo espanhol. Na sexta, o governo anunciou que os bancos têm de reservar US$ 38,8 bilhões adicionais contra perdas e remover ativos "podres" de seus balanços.

Saiu no Estadão on-line de 13/05/2012:

Santander pode reservar 2,7 bi de euros para atender Espanha
13 de maio de 2012 | 15h 12 - Agencia Estado

Madri, 13 - O espanhol Banco Santander informou hoje que vai reservar 2,7 bilhões para cobrir possíveis perdas e atender as novas exigências do governo daquele país.

Sob um plano do governo espanhol, anunciado na sexta-feira, os bancos têm de reservar US$ 38,8 bilhões adicionais em suas provisões contra perdas e remover ativos "podres" de seus balanços patrimoniais. Alguns meses atrás, o governo já havia pedido mais proteção contra possíveis prejuízos.

Em um comunicado, o Banco Santander informou ainda que vai manter seu compromisso de pagar aos acionistas um dividendo em 2012 de 0,60 por ação. As informações são da Dow Jones. (Renan Carreira)

No Estadão de hoje, 14/05/2012


Santander fará provisão adicional de € 2,7 bi
O ESTADO DE S. PAULO - Economia - SÃO PAULO - SP - 14/05/2012 - Pág. B4

O banco Santander informou ontem que reservará € 2,7 bilhões para cobrir possíveis perdas e atender a novas exigências do governo. Um plano anunciado sexta-feira obriga o setor bancário a reservar US$ 38,8 bilhões adicionais em provisões contra perdas e remover ativos podres dos balanços patrimoniais.

Em um comunicado, o Santander informou ainda que vai manter seu compromisso de pagar aos acionistas um dividendo em 2012 de € 0,60 por ação.

O governo conservador do primeiro- ministro Mariano Rajoy determinou que
os bancos precisam elevar suas provisões para cobrir perdas potenciais no mercado imobiliário.
A decisão foi anunciada depois de o governo assumir participação de 45% no Bankia, o quarto maior banco do país em valor de mercado. Ontem, autoridades informaram que vão reservar mais € 4,72 bilhões para cobrir eventuais novas perdas do Bankia.

Na avaliação do comissário de Assuntos Econômicos e Monetários da União Europeia ( UE), OlliRehn, a reforma do setor bancário da Espanha é uma adição bem-vinda às medidas de austeridade e vai ajudar a restaurar a confiança dos investidores no país.Ao decidir por essas medidas importantes para os bancos, a Espanha está tomando ações decisivas a fim de enfrentar as vulnerabilidades restantes dentro do setor.

Rehn acrescentou que a combinação das fragilidades do setor bancário e a crise da dívida soberana é particularmente evidente na Espanha. Medidas que incluem o aumento de provisões contra eventuais perdas futuras, segregação de ativos problemáticos e a disponibilidade de recursos públicos necessários são essenciais para resgatar a confiança do investidor nos bancos espanhóis, disse ele.

Austeridade. Rajoy voltou a defender ontem as medidas de austeridade de seu governo. No sábado, dezenas de milhares de espanhóis saíram às ruas para protestar contra o modo que ele conduz a pior crise na Espanha em décadas. Rajoy disse que as medidas eram necessárias, haja vista a terrível situação do país, com uma taxa de desemprego de quase 25%.

Estamos fazendo o que é preciso e isso significa tomar decisões difíceis, afirmou. Estamos fazendo coisas que não estavam em nossa plataforma de campanha, mas tivemos de fazê-las.

4 comentários:

  1. A venda é inevitavél e onde a fumaça a fogo, sou funcionario do banco no Brasil e tivemos a informação que o RH do banco está paralizado, não demite e nem contrata ninguem. Quando ocorreu a venda do Real ABN para o Santander ocorreu a mesma coisa, o RH foi paralizado. Para se ter uma ideia nem os funcionarios que pediram demissão foram substituidos. Alerta onde a fumaça a fogo...

    ResponderExcluir
  2. santander n vende só compra

    ResponderExcluir
  3. Com certeza onde a fumaça a fogo o Santander já foi vendido p o Bradesco para provisionar na Espanha é uma pena porque tudo que o Bradesco compra acaba...infelismente mais uma porta que se fecha..

    ResponderExcluir
  4. Não é possível ler um comentário com tantos erros de portugues. Ë melhor ficar calado.

    ResponderExcluir