quinta-feira, 17 de maio de 2012

Santander REBAIXADO pelas Agências Moody’s e Standard & Poor’s

17 de Maio e 30 de Abril. Como ficamos no Brasil?

As 18:08h desta quinta-feira, eu mostrei a notícia que saiu no jornal espanhol El País.
Agora vejam como saiu no site do jornal O Estado de São Paulo.
Na UOL, da Folha, saiu pequeno. Mas, as coisas estão se complicando.

Moody's rebaixa “rating” de 16 bancos da Espanha
Santander e Bilbao Vizcaya estão entre as instituições rebaixadas;
cortes nas notas de crédito variam de um a três graus.

17 de maio de 2012 | 18h 27 - Ricardo Gozzi, da Agência Estado

SÃO PAULO - A agência de classificação de risco de crédito Moody's rebaixou os ratings de 16 bancos espanhóis e da unidade do banco Santander no Reino Unido.

Entre os bancos rebaixados estão o Santander e o Bilbao Vizcaya.

A Moody's informou que os cortes nas notas de crédito variam de um a três graus e refletem primeiramente o rebaixamento da avaliação individual de crédito de cada uma das instituições financeiras.

Em cinco casos, o rebaixamento reflete também avaliação da Moody's de que
a capacidade de ajuda do governo espanhol aos bancos em questão é reduzida.

Segundo a agência de classificação de risco de crédito, os motivos para os rebaixamentos vão desde condições operacionais adversas (por causa da recessão, da crise no setor imobiliário e do elevado nível de desemprego na Espanha) à capacidade reduzida de financiamento pelo governo, à rápida deterioração da qualidade dos ativos e à restrição de acesso aos mercados.

Cinco bancos tiveram o rating corporativo de crédito e depósito cortado em um grau, três bancos viram sua nota de crédito reduzida em dois graus e nove bancos passaram por um corte de três graus.

A perspectiva de rating para dez das 17 instituições que passaram por ação de rating é negativa, enquanto a perspectiva das outras sete continua em revisão para possível rebaixamento.

Segue a lista dos bancos afetados pelo corte de ratings promovido pela Moody's:

Santander Espanha - de Aa3 para A3 com perspectiva negativa
Santander Reino Unido - de A1 para A2 com perspectiva estável

Banco Espanhol de Crédito (BANESTO) - de A2 para A3 com perspectiva negativa
Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA) - de Aa3 para A3 com perspectiva negativa
Caixabank - de Aa 3 para A3 em revisão para possível rebaixamento
Unicaja - de A1 para A3 em revisão para possível rebaixamento
Caja de Ahorros y Pensiones de Barcelona (La Caixa) - de A2 para Baa2 em revisão para possível rebaixamento
Caja Rural de Navarra - de A3 para Baa 1 com perspectiva negativa
Banco Cooperativo Espanhol - de A1 para Baa1 em revisão para possível rebaixamento
Bankinter - de A2 para Baa 2 em revisão para possível rebaixamento
CECA - de A2 para Baa2 em revisão para possível rebaixamento
Caja Rural de Granada - de 1 para Baa3 com perspectiva negativa
Liberbank - de Baa1 para Ba1 com perspectiva negativa
Cajamar - de Baa 3 para Baa2 com perspectiva negativa
Lico Leasing - de Baa 3 para Ba3 com perspectiva negativas

Antes foi a Standard & Poor’s:

Agência S&P rebaixa nota de 16 bancos da Espanha

Na lista estão Santander
e Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA); revisão ocorre após o rebaixamento
da dívida soberana do país europeu na semana passada

30 de abril de 2012 | 8h 27 - Agência Estado

CINGAPURA - A agência de classificação de risco Standard & Poor's rebaixou nesta segunda-feira a nota de 16 bancos espanhóis, dentre eles o Santander e o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA), na esteira do rebaixamento da dívida soberana do país na semana passada.
Em comunicado, a S&P citou implicações negativas diretas do rebaixamento da dívida soberana do país ocorrida na quinta-feira para a redução da nota desses bancos, cujos ratings são impulsionados pela disponibilidade de apoio do governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário