segunda-feira, 14 de maio de 2012

Pão de Açúcar da Panamericana assaltado

São Paulo - Violência generalizada

Triste, muito triste a nossa realidade em São Paulo. Parei de ir na Pizzaria Cristal e no Nello, com medo de Arrastão. Os assaltos nos restaurantes agora chegaram ao bairro da Liberdade, nos restaurantes japoneses. Os arrastões nos prédios e nas casas continuam. Outro dia, um amigo nosso foi pegar o neto na escolinha e quando voltou o carro tinha sumido. É mole? Não respeitam nem os avós!

Agora foi o Pão de Açúcar da Panamericana.

Como cidadão comprometido, passamos a ter “lixo ecológico” em casa e, todos os domingos, levamos ao Supermercado Pão de Açúcar da Praça Panamericana. São quatro tipos diferentes: Papéis, plásticos, metais e vidros.

Ontem, além de levar o lixo reciclável, aproveitamos para comprar algumas coisas. Já era final da tarde e saímos de lá às 18:05:22, horário da nota fiscal que guardei no bolso.
Quando foi por volta das 20:00h, minha filha telefonou-me perguntando o que tinha acontecido na praça, por que o trânsito estava interditado. Falei que deveria ser algum assalto ou batida. Procurei na internet e na TV, mas não tinha nada.

Hoje cedo eu li a notícia na Folha.

Assaltaram até o Pão de Açúcar da Praça Panamericana.

A violência se generalizou na cidade e, apesar de durante o dia, ter sempre viaturas da polícia na praça, os ladrões estão ficando cada vez mais acintosos.

E olhem que muita gente importante faz compras neste supermercado.
Senhor Governador, onde vamos parar?

Vejam a matéria da Folha de hoje:

Pão de Açúcar é assaltado na zona oeste


Folha SP – 14/05/2012 - Cotidiano

Um assalto ao Pão de Açúcar na Praça Panamericana, Alto de Pinheiros (zona oeste), deixou um funcionário ferido, ontem, às 20h.
Os bandi¬dos fugiram levando uma quantia de dinheiro ainda não divulgada. Segundo funcionários, três bandidos em duas motos entraram pelos fundos, na área de carga e descarga.
Eles renderam o vigia e dois funcionários e os trancaram em um banheiro. Um operador de caixa que estava no refeitório se assustou, correu e levou um tiro na perna. Os clientes não perceberam a ação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário