sexta-feira, 25 de maio de 2012

Os Ipês voltaram a florir

Um ano depois

Como as estações do ano, como o dia e a noite, como as chuvas e as secas, as plantas também têm seus tempos de secar as folhas, invernar, voltar a ter folhas, botões e flores.

Esta semana, quando fui guardar o carro no estacionamento do Anhangabaú, como estava cheio, tive tempo de olhar em volta e perceber que aquela árvore solitária, em pleno Anhangabaú, no meio do trânsito infernal e da poluição de São Paulo, aquela árvore era um Ipê Rosa. E estava florindo.

No outro dia, voltei a olhar, descer do carro e ir olhar de perto para ver se era o mesmo Ipê Rosa do ano passado, quando eu mostrei, ainda no início do blog, que São Paulo ainda tinha flores. E tinha pés de Ipês.

As fotos ficaram com flores escuras, não aparece o cor-de-rosa bonito das flores. Aparece mais o contraste entre a árvore em flores e os prédios.


Daqui para a frente, em cada praça e rua arborizada de São Paulo, os Ipês estarão florindo. Quem passar na Avenida Dr. Arnaldo e na Rua Consolação, irá ver vários Ipês floridos.


Com mais calma e tempo, eu conseguirei tirar fotos das flores. É que a luz do céu faz as flores ficarem escuras. O fotógrafo é amador e não entende da tecnologia do I-phone.

Apesar da violência dos assaltos e arrastões, ainda é possível amar
São Paulo. Nesta semana fizeram mais um arrastão na Vila Madalena.

Mas as flores da Rua Fradique Coutinho são bonitas o suficiente para nos dar coragem para continuar morando no bairro e tendo esperança em dias melhores.

Nós queremos voltar a sorrir,
mesmo que seja em função das flores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário