quinta-feira, 12 de abril de 2012

Microcrédito para São Paulo

Seminário na Assembleia Legislativa hoje!

Hoje, a partir das 9:00h até o meio dia, a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, estará promovendo o SEMINARIO “Microcrédito para o Empreendedor Paulista”, para mostrar que, apesar de ser o estado que tem mais bancos, mais agências bancárias e mais correspondentes bancários, ainda existem milhões de paulistas e paulistanos que não têm acesso ao sistema financeiro. Milhões de paulistas não têm acesso aos bancos.

As agências bancárias estão localizadas nas principais avenidas e praças, enquanto os bairros ficam sem agências para atender a maior parte da população. As pessoas são obrigadas a depender de transportes demorados e caros para poder pagar uma conta de água, luz, telefone ou cartão de crédito.

O ex-presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo e atual Deputado Estadual, Luis Claudio Marcolino, tem feito um esforço enorme para levar o Sistema Financeiro às periferias e bairros sem agências bancárias. É um trabalho imenso e ingrato. Os bancos querem dinheiro fácil e seguro, enquanto as milhões de pessoas querem honrar seus compromissos financeiros e não têm acesso às agências bancárias.

Assim, foi criado o Olhar Local de Crédito e Desenvolvimento da Comunidade, um espaço que combina uma mine agência bancária, em parceria da Bancred e do Banco do Brasil, mais as associações de moradores e de pequenos empresários da comunidade.

Neste seminário de hoje teremos a participação do Banco do Brasil, do Banco do Povo Paulista (do governo estadual), do São Paulo Confia (da prefeitura de SP), da Fundação Banco do Brasil, da Bancred – Cooperativa de Crédito dos Bancários de São Paulo e dos movimentos sociais. Além do Microcrédito, estaremos debatendo também a necessidade de Políticas Públicas de Acesso ao Crédito para Inclusão Produtiva. É mais uma atividade da Frente Parlamentar do Empreendedorismo, que tem como coordenadores os deputados Itamar Borges e Luis Cláudio Marcolino.

Precisamos intensificar os esforços para conseguir trabalhar juntos, independente das disputas partidárias e de governos. O povo precisa estar em primeiro lugar. Se a gente conseguir se entender em São Paulo, tudo fica mais fácil para o Brasil. Mas, quando as lideranças não se entendem em São Paulo, o Brasil também sofre suas consequências. Em vez de fazer o jogo do perde-perde, podemos muito bem nos unir pelo bem do povo de São Paulo e do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário