terça-feira, 3 de abril de 2012

Construindo Caminhos


Uma História, Uma Vida e Uma Dança

Nos dias 30, 31 de Março de 1º. de Abril foi realizado o Terceiro Congresso Nacional dos Bancários da CUT. Nestes mesmos três dias tivemos outras atividades que mostram como a vida vai se entrelaçando.

Na sexta-feira, dia 30, enquanto os bancários de todos os estados do Brasil, mais os representantes de outros países, chegavam ao local do congresso, na cidade de Guarulhos, onde fica o Aeroporto de Cumbica, que supre São Paulo, os presentes ouviam as palestras sobre Regulação do Sistema Financeiro e também sobre Mobilização e Sociedade, tendo como destaque a palestra de Stephen Lerner, sobre o movimento “Occupy Wall Street”. Stephen é um grande estrategista do movimento sindical americano e teve papel importante no Occupy Wall Street.

Para compensar os debates políticos, no período da noite, aproveitei para ir assistir à apresentação da soprano alemã, Anne Schwanewilms, com a OSESP – Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e o regente búlgaro Rossen Milanov. O ponto alto da noite foi quando Anne cantou as “Quatro Últimas Canções”, compostas por Richard Strauss em 1948.

No segundo dia do Congresso Nacional dos Bancários da CUT, no sábado, tivemos os balanços de conjuntura, da gestão e das campanhas salariais. Foi bonito ver o bom trabalho desenvolvido pela diretoria nacional da Contraf, presidida por Carlos Cordeiro. Foi a consolidação da confederação e a sua legitimação nacional e internacional.

Ao final da tarde, mais um compromisso social, o casamento da filha de um casal de amigos. Uma bela Igreja na Rua Dinamarca, região nobre da cidade, e a emoção ao ouvir “o compromisso dos noivos com a vida e com a Igreja”. “Prometo ser fiel e amar-te, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, por toda a minha vida”. Sempre acho este o ponto mais bonito dos casamentos.

No terceiro dia do Congresso, domingo, foi de aprovação das resoluções, das moções e da eleição da direção. Uma nova diretoria foi eleita por unanimidade, demonstrando um compromisso de todos com a defesa dos bancários do Brasil e do mundo. Além da presença dos dirigentes nacionais da CUT. Mesmo sendo o terceiro congresso da Contraf, o Ramo Nacional dos Bancários da CUT começou em 1985, quando realizamos a maior greve nacional da categoria bancária. São ciclos que chegam e que vão.

E para fechar os três dias de atividades, à noite fomos assistir ao filme de Wim Wenders sobre Pina Bausch e sua Companhia de Dança. Saímos do cinema era quase meia noite, mas saímos flutuando com tanta beleza no filme. É algo para se ver em todas as escolas, empresas e entidades sociais. É um sinal dos tempos.

Vejam partes do filme Pina.



Em três dias encontramos velhos e novos amigos, atualizamos nossas informações e experiências e pudemos alimentar nossas vidas familiares e culturais. A política deve existir para as pessoas e seus familiares.
A música, os ritos sagrados, os filmes e as danças também devem fazer parte da nossa vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário