quarta-feira, 28 de março de 2012

Diretoria do BB NÃO tem mulheres

Tem 65 homens!

Há dias que vários amigos estão cobrando que eu publique no Blog, que na Diretoria do Banco do Brasil, mesmo totalizando 65 (sessenta e cinco) dirigentes, NÃO HÁ UMA MULHER SEQUER!

Eu não acreditei e pedi a lista dos diretores. Contei um por um, realmente não existem mulheres na direção do Banco.

O que faz uma instituição de mais de 200 anos de existência, controlada pelo Governo Federal, que é presidido por uma mulher militante, não ter uma mulher como diretora? Não aprenderam com a Petrobras?

Tem certas coisas que eu não entendo.
Quando era dirigente da CUT, as mulheres reivindicaram ter 30% no corpo diretivo, aprovado em Congresso, portanto sendo obrigatório.
Na época ninguém reivindicava quota para Negros, era apenas para as mulheres.

No entanto, mesmo considerando importante garantir vagas para mulheres, nosso sindicato dos bancários de São Paulo nunca teve este problema, sempre achei que os negros precisam muito mais da solidariedade social do que as mulheres.

Mas as mulheres, como Marta Suplicy, são mais poderosas do que os negros, ou as negras sozinhas.
Daí a maior presença das mulheres do que dos negros ou negras nos cargos importantes do Brasil, mesmo na esquerda.

Estamos tão acostumados a ver mulheres dirigentes de empresas publicas e privadas, que nunca nos demos conta do MACHISMO no Banco do Brasil. E não me venham com a desculpa de que “foi coincidência”.
Não é verdade, é falta de uma gestão voltada para a Equidade e a Igualdade de Oportunidades. É o famoso “ato falho”. Freud explica.

Quando Dilma voltar da Índia, vamos conversar sobre este assunto.
Vamos aproveitar também que Mantega comemorou seis anos como Ministro da Fazenda,e responsável direto pelo Banco do Brasil, para tomar providências.

Esta reivindicação não fará parte da minuta da Campanha Salarial dos Bancários do BB,
esta reivindicação já faz parte da Responsabilidade Histórica do BB.

Já pensou se lançarmos uma campanha publicitária:
“O Banco do Brasil NÃO valoriza suas funcionárias”?
Não vai adiantar nada contratar Gisele Budchen
e depois não ter mulher numa diretoria composta de 65 homens.

O Banco do Brasil é dos Homens e das MULHERES do Brasil
há duzentos anos!

O Brasil exige que haja Mulheres na Diretoria do Banco do Brasil!



Um comentário:

  1. Não é só essa discriminação existente dentro do BB. Esse Banco Público, que possui o controle acionário de um Governo Democrático Popupar e que tem na sua Presidência uma MULHER MILITANTE, também discrimina pessoas idosas que estão prestes a se aposentar; funcionários contratados pré 98, por não estarem na lógica individualista do PCS existente e ainda, discrimina o MOVIMENTO SINDICAL, tratando-o como "caso de polícia"!! Só por isso Gilmar, teríamos muito a conversar com nossa Presidenta!!

    ResponderExcluir