terça-feira, 13 de março de 2012

A boa noticia do dia

30.000 acessos no blog

Antes de completar um ano de existência, chegamos a trinta mil acessos no blog.

O que começou como um pedido para eu registrar minhas histórias e estórias vividas no sindicalismo e na vida brasileira nestes quase sessenta anos de existência e muito trabalho, transformou-se numa continuidade do trabalho coletivo de construção de um Brasil melhor.

Ando até pensando em escrever um texto sobre “2012 – Um ano para não ser esquecido”, em função de tantas coisas boas e ruins que estão acontecendo no Brasil e no Mundo. Talvez escreva vários textos, porque são tantas coisas que não caberão num dia.

Voltemos ao acesso ao blog. São quase sessenta países de todos os continentes, todas as religiões e todas as línguas.
Índia, Letônia, Ucrânia, Angola, Argélia, Argentina, Estados Unidos, Alemanha, Japão, China, Taiwan, Sri Lanka, Austrália, Dinamarca, Suíça, Suécia, Portugal, Canadá, Russia, Filipinas, Malásia, Moçambique, Bulgária, México, Arábia Saudita, Espanha, Uruguai e tantos outros países que fico triste em não listar todos. Mas, são como filhos que as mães sempre dizem amar a todos igualmente.

Os contatos no facebook também já chegam a dois mil e quinhentos!
E todos os dias eu fico pensando o porquê de tanta gente solicitar “amizade” e acesso às mensagens, às flores e às músicas. Talvez eu represente uma parcela significativa de brasileiros e brasileiras que viram as famílias crescerem e os filhos se espalharem pelo mundo a procura de emprego, de melhores condições de vida e de estudos.

E, para homenagear tanta gente, eu pensei em mostrar duas coisas que tem a ver com a minha infância e de muitos.

Primeiro em quero mostrar algo que a gente comia quando criança e que tem um valor especial quando alguém trás da Bahia para matar a saudade. Aqui em São Paulo o pessoal chama de “tapioca”, na Bahia a gente chama de “beiju”. Feito de mandioca, branquinho, sequinho e delicioso com manteiga e outras misturas.

Nestas férias, eu trouxe da Praia do Forte, vários saquinhos de beiju.
Vejam esta foto, parece obra de arte.
E para mim é mais do que uma obra de arte.
É História. É um “rosebud” de Cidadão Kane.



Por falar em história, infância e saudades, além de mostrar o beiju, resolvi colocar também uma música especial, que não é, nem de Chico Buarque, nem de Milton Nascimento, é de antes deles, é de Roberto Carlos, quando eu tinha meus nove ou dez anos, quando começava a sonhar com o mundo das pessoas grandes, dos adultos.

A canção ainda mexe com multidões, “Esta é a nossa canção”.


Um comentário:

  1. Os muçulmanos estão chegando...
    Desta vez foram as pessoas do Emirados Árabes Unidos que acessaram o Blog. Também tivemos gente de Angola, Irlanda, Ucrânia, Alemanha, Estados Unidos, França e Reino Unido.
    A Terra é nossa pátria e assim vamos aprendendo a dialogar com todas as pessoas.
    Obrigado especial para o Emirados Árabes.

    ResponderExcluir