segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Tamarindo e Globalização

Afro, árabe, indu, portuguesa e brasileira

O Tamarindo faz parte da globalização.
Ao passear no final da tarde na Vila da Praia do Forte, em Salvador-Bahia, entre tantas belezas e curiosidades, você encontra alguns pés de Tamarindo. Uma grande árvore, cheia de frutos lá no alto, dificultando as fotografias com celulares.

Estas árvores majestosas fazem parte da história da comunidade. Quando eu perguntei a uma moradora já com cabelos brancos, qual seria a idade do “tamarineiro”, ela imediatamente respondeu: - Mais de cem anos! Quando eu me conheci como gente, o tamarineiro já estava aí. Olhe que já estou com cabelos brancos e sou negra. Nós vivemos muito!

Vejam a foto da árvore do Tamarindo da Praia do Forte:


Se este pé de tamarindo falasse, quantas histórias contaria...

Para mim, ver um pé de tamarindo faz-me lembrar a infância, por volta de seis a oito anos de idade, quando a gente ia visitar o trabalho de nosso pai. No grande quintal tinha um enorme pé de tamarindo, e nós íamos colher os frutos para fazer sucos e chupar, apesar de bastante amarguinho. Mas crianças gostam de desafios...
Vou tentar mostrar fotos dos frutos do tamarindo:


Está de longe, mas dá para ter uma idéia.

Agora saiba um pouco mais desta fruta globalizada:

"Tamarindo" vem do árabe تمر هندي translit. tamr hindī (em português, tâmara da Índia), através do latim medieval tamarindus , daí a denominação do gênero, em latim científico, Tamarindus (1753).

O tamarindeiro ou tamarineiro (Tamarindus indica L., Sp. Pl. 1: 34. 1753), é originário das savanas africanas, embora seja cultivado principalmente na Índia. No Brasil, o fruto é bastante consumido no Norte e Nordeste do Brasil.

Árvore bastante decorativa, sua altura pode chegar aos 25 metros. O tronco devide-se em numerosos ramos curvados, formando copa densa e ornamental; as folhas são compostas e sensíveis (fecham por ação do frio), flores hermafroditas amarelas ou levemente avermelhadas (com estrias rosadas ou roxas) que se reúnem em pequenos cachos axilares. O fruto - tamarindo ou tamarino - é uma vagem alongada com 5 a 15 cm. de comprimento, com casca pardo-escura, lenhosa e quebradiça; as sementes em números de 3 a 8 estão envolvidas por uma polpa parda e ácida contendo açucares (33%), ácido tartárico (11%), ácido acético, ácido cítrico.

Usos do Tamarindeiro

Fruto:
a polpa, com sabor agridoce, é usada no preparo de doces, bolos, sorvetes, xaropes, bebidas, licores, refrescos, sucos concentrados e ainda como tempero para arroz, carne, peixe e outros alimentos.
Sementes: ao natural servem de forragem para animais domésticos; processadas são utilizadas como estabilizantes de sucos, de alimentos industrializados e como goma (cola) para tecidos ou papel. O óleo extraído delas é alimentício e de uso industrial.

Folhas: o cerne da madeira é de excelente qualidade e pode ser usado para diversas finalidades; forte, resistente à ação de cupins, presta-se bem para fabricação de móveis, brinquedos, pilões, e preparo de carvão vegetal.
Fonte: wikipedia.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário