terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Dilma e a Petrobrás Estatal

Bons exemplos para o Brasil

Uma posse e vários recados:

Na posse de Foster, Dilma defende Petrobras estatal


Por Marta Nogueira e Juliana Ennes | Valor – 14/02/12

RIO – A presidente da República, Dilma Rousseff, ressaltou como positivo o fato da companhia permanecer como uma empresa estatal, durante seu discurso de cerimônia de posse da nova presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, que entra no lugar do atual presidente José Sérgio Gabrielli.

“A Petrobras é estratégica no Brasil e, felizmente,
sobreviveu a todos os ventos privatistas.

Persistiu, como uma empresa brasileira, sob controle do povo brasileiro”, disse Dilma, na sede da companhia, no Rio de Janeiro. Segundo a presidente, a estatal hoje tem um papel fundamental no modelo de desenvolvimento do país. “É isso que são o Brasil e a Petrobras, dois parceiros”.

Dilma afirmou que já apostava no potencial de crescimento da Petrobras no passado e na cerimônia de posse do ex-presidente da Petrobras, José Eduardo Dutra, deixou bem claro. “Eu disse: se a Petrobras é possível o Brasil é possível”.

De acordo com Dilma
, “se a Petrobras pôde se superar, o Brasil tem hoje, aqui, um bom exemplo”.

A presidente destacou também a importância da conquista de uma mulher no posto da companhia
.
“Eu venho na condição da primeira presidenta eleita do Brasil para assistir a posse da primeira mulher presidenta de uma empresa de petróleo e gás no mundo”, disse.

A simpatia e confiança que Dilma tem em Graça também ficaram claros durante seu discurso.
“Eu conheço bem a capacidade de trabalho [da Graça], a competência e a raça que dedica não só a essa empresa mas tudo que fez e faz em sua vida profissional. Ela saberá dar continuidade e ampliar as conquistas de Gabrielli”, disse.

E com uma frase de incentivo à Graça
, Dilma concluiu o seu discurso:
“É com você graciosa”.

Um comentário:

  1. Enquanto isso, a imprensa livre discute os atributos físicos da nova presidenta da Petrobras.

    ResponderExcluir