terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Edu da Gaita e a Manhã de Carnaval

Três registros históricos

Ao procurar por músicas gravadas por Edu da Gaita, a gente vai encontrando as mesmas músicas bonitas e gravadas por outros artistas de primeira grandeza. Por exemplo, neste blog eu já coloquei duas versões de Manhã de Carnaval. Uma com João Gilberto e outra com Baden Powell.

Esta versão de Manhã de Carnaval com Edu da Gaita também está primorosa e, para completar a festa, achei também uma gravação com Maísa no Japão, em 1959, e uma gravação com Agostinho dos Santos no Carnegie Hall de Nova York, em novembro de 1962. Eram os anos dourados! Antes da tragédia de Jânio e do Golpe Militar de 1964. Mas a ditadura passou e nossa música continua brilhando.

Recuperar o passado é importante para entender o presente, mas precisamos trabalhar muito para a economia não parar e assim garantir um Natal e um Ano Novo com mais fraternidade e respeito entre as pessoas, particularmente com uma postura mais afirmativa e solidária de todos.

Se Natal lembra Jesus, podemos também lembrar de Edu da Gaita e o sucesso de nossa música. Passado, presente e futuro, um combinação na construção de um Brasil melhor.

Edu da Gaita, que hoje faria 95 anos



Maísa no Japão em 1959, em homenagem ao Santos Futebol Clube que joga amanhã.



Ao ouvir Maísa alguém registra um comentário de quem vai descobrindo nossa música no exterior:
“Oh my I never heard of her! This is why I love YouTube! I have found so many great singers from all over. I am a big fan of Brasilian music and play as much as I can. They are so sophisticated and yet can be raw gut feeling. There is more than percussion which is fantastic by itself!- Fc”

Agostinho dos Santos singing "Manha de Carnaval" at the Carnegie Hall in 21 November, 1962.



Quero aproveitar a lembrança de nosso grande sucesso internacional, para registrar a presença em nosso blog, pela primeira vez, da SUÉCIA.
É o 49o. país a visitar nosso blog. Seja bem vindo e volte sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário